Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2089 | Euro R$ 5,5496
Search

Suposto líder de quadrilha acusada de matar ator da Record é preso

Corpo com características semelhantes às da vítima foi encontrado em Seropédica

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de março de 2024 - 18:46
Suspeito é o terceiro preso pelo crime, que é investigado pela DHBF
Suspeito é o terceiro preso pelo crime, que é investigado pela DHBF -

O terceiro suspeito de envolvimento no desaparecimento do ator Edson Caldas Barboza foi capturado pela Polícia nesta terça-feira (05), em Japeri, na Baixada Fluminense. O acusado seria o chefe da quadrilha, que é investigada por supostamente roubar e assassinar o ator, conhecido pelo trabalho em novelas da TV Record. A morte de Edson ainda não foi confirmada; um corpo com características semelhantes às dele foi encontrado em Seropédica.

O homem capturado nesta terça (05) seria o responsável por chefiar e coordenar as ações do grupo, que seria especializado em latrocínios. As investigações indicam que a quadrilha age marcando encontros sexuais com as vítimas. No local marcado para o encontro, eles atacam, matam e levam pertences da vítima. O acusado foi levado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que prendeu outros dois suspeitos e investiga a quadrilha.


Leia também:   

➢ PM procurado por assassinato de advogado no Rio se entrega

➢ Polícia Civil encontra corpo de médica enterrado em Rio das Ostras


Edson está desaparecido desde o dia 2 de fevereiro. De acordo com a Polícia Civil, as suspeitas são de que o ator, de 29 anos, foi atraído pelos suspeitos para um encontro sexual, amarrado e obrigado a fazer transferências para os acusados. Ele teria sido levado no porta-malas de seu carro para as margens do Rio Guandu, em Seropédica, assassinado e despejado no córrego. O crime segue sendo investigado.

Matérias Relacionadas