Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Acusado de matar homem a pauladas em Maricá é preso

Vítima chegou a ficar internada mas faleceu duas semanas após ataque

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de fevereiro de 2024 - 16:57
Homem foi identificado por imagens de câmeras de segurança
Homem foi identificado por imagens de câmeras de segurança -

Foi preso nesta quinta-feira (01) o homem acusado pela morte de Bruno Ferreira de Almeida, que faleceu após ser atacado a pauladas na frente de um supermercado em Maricá no final do ano passado. O suspeito foi encontrado na comunidade Beira Rio, em Inoã; ele tem 40 anos e já acumulava acusações de roubo e furto em seu histórico criminal, segundo a Polícia. 

O crime aconteceu no dia 28 de dezembro de 2023. Bruno estava saindo de um supermercado no Centro e estava indo em direção ao seu carro quando foi surpreendida pelo acusado que o acertou na cabeça com um pedaço de madeira. A vítima caiu no chão e o suspeito continuou as agressões, antes de roubar as chaves do automóvel e fugir do local com o veículo. 


Leia também:  

➢ Homem é preso por roubo de veículo com carga 

Polícia investiga execução em São Gonçalo 

Três presos por tráfico de drogas em Niterói 


O carro, com o pedaço de madeira ensanguentado, chegou a ser encontrado algumas horas após o crime, abandonado no Rio do Ouro, em São Gonçalo. A vítima foi internada no mesmo dia, no Hospital Municipal Dr Ernesto Che Guevara, em Maricá, mas, após passar 14 dias em coma, acabou não resistindo e morreu no hospital. 

Já o suspeito estava sendo procurado desde a semana do crime. A 82ª DP (Maricá) teve acesso a imagens de câmeras de segurança do local do crime. Após investigações e cruzamento de dados com outras registros de câmeras do mesmo dia, o acusado foi identificado. 

Nesta quinta (01) os agentes o encontraram em uma rua de Inoã, distrito de Maricá. Ele chegou a fugir, mas, após perseguição, foi alcançado pelos policiais. Segundo a Polícia Civil, ele estava escondido em uma construção abandonada no distrito. Autuado  por latrocínio, ele levado para a 82ª DP, que realizou a prisão. 

Matérias Relacionadas