Traficantes do CV se unem para expulsar 'Bonde do 3N' de São Gonçalo

Guerra entre as facções rivais tem assustado os moradores da cidade

Escrito por Redação 10/10/2019 09:48, atualizado em 10/10/2019 08:46
Armamento que seria utilizado nos confronto foi exibido nas redes sociais
Armamento que seria utilizado nos confronto foi exibido nas redes sociais . Foto: Reprodução


Diante da intensa disputa pelo controle do tráfico de drogas e o recente baque realizado pelo Terceiro Comando Puro (TCP) no Complexo do Salgueiro, na última segunda-feira (7), as principais lideranças do Comando Vermelho (CV) em São Gonçalo, coordenados por Antônio Hilário Ferreira, o Rabicó, se uniram e prometem realizar novas invasões a comunidades controladas pela facção rival, nos próximos dias. Entre os locais desejados pelo CV estão Jardim Miriambi, Vila Candoza, Vila Três e Alma. 


Os traficantes Alessandro Luiz Vieira Moura, o Vinte Anos, Ricardo Severo, o Faustão, e Rodrigo Teixeira Guimarães Peixoto, o Sheik, são apontados como a liderança desse grupo, que conta com o apoio de criminosos do Complexo da Coruja, em Neves, e do Anaia. Em repressão ao "ataque" realizado por Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, que deixou dois homens mortos no Salgueiro, as lideranças do Comando Vermelho resolveram "devolver na mesma moeda" e foram até o Jardim Miriambi, um dia depois, e mataram dois soldados do TCP. Um deles, conhecido como 080, era um dos homens de confiança de 3N e de Carlos Eduardo Barros de Oliveira, o Grisalho, apontado como o chefe do tráfico de drogas daquela comunidade. 


De acordo com informações preliminares, o bonde formado por Vinte Anos, Faustão e Sheik irá financiar a "guerra armada" contra o TCP e irá fornecer soldados e armas para os confrontos contra os traficantes ligados a 3N.


Nas redes sociais, traficantes ligados ao grupo criminoso postaram diversas fotos exibindo o armamento que será utilizado durante os confrontos armados contra a facção de 3N.


Morte de Schumaker foi o estopim para guerra de facções - Após a morte de Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto ou F1, em abril deste ano e a iminente saída de 3N do Comando Vermelho, uma nova guerra pelo controle do tráfico de drogas de São Gonçalo era esperada pela polícia desde então.


3N deixou o Complexo do Salgueiro após matar Piloto e mais três ‘seguranças’ dele, na localidade de Itaóca, no Salgueiro. As mortes, segundo investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) teriam ocorrido pelo fato de Piloto, líder do CV no Jardim Catarina, ter se recusado a acompanhar 3N na mudança de facção.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas