Após baque do TCP no Salgueiro, CV invade e mata aliados de 3N no Miriambi

Confronto aconteceu na noite desta terça-feira (8)

Enviado Direto da Redação
Confronto aconteceu na noite desta terça-feira (8)

Confronto aconteceu na noite desta terça-feira (8)

Foto: Reprodução


Cerca de 24 horas após o baque realizado por traficantes do TCP, liderados por Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, no Complexo do Salgueiro, criminosos ligados a facção rival, o Comando Vermelho, mataram dois integrantes do tráfico de drogas do Jardim Miriambi, durante invasão realizada, no fim da noite desta terça-feira (8).


Segundo o aplicativo Onde Tem Tiroteio (OTT-RJ), a troca de tiros começou por volta das 22h. Moradores relataram medo e preocupação nas redes sociais, diante da guerra entre os traficantes.


”Você deita para descansar e começa os tiros. Senhor Jesus Cristo, proteja os moradores. A gente amanhece sem saber se vai ter aula, ônibus e comércio funcionando”, desabafou uma moradora pelas redes sociais.


De acordo com informações preliminares, um dos mortos durante a invasão teria sido uma das lideranças do tráfico de drogas naquela região, conhecido como 080 ou Paizão. Ele era um dos homens de confiança de 3N e apontado como uma das lideranças do TCP em São Gonçalo.


Nas redes sociais, perfis ligados a facção lamentaram a morte do criminoso e fizeram uma ameaça ao Comando Vermelho.


“Complexo está de luto, Paizão. Nunca será esquecido. Virou questão de honra fincar a nossa bandeira no Anaia”, diz a publicação em referência a uma das comunidades controladas pelo CV em São Gonçalo.


3N foi ao Salgueiro e matou dois desafetos - 3N foi até o Complexo do Salgueiro, na noite desta segunda-feira (7), matou dois desafetos e desafiou as lideranças do Comando Vermelho.


De acordo com informações preliminares, o traficante, acompanhado de cerca de 20 homens fortemente armados, foram até uma localidade conhecida como Central e trocaram tiros com integrantes da facção rival. Durante o confronto, dois criminosos do Comando Vermelho (CV) foram mortos pelo “Bonde do 3N”, em uma espécie de “baque” do TCP em um dos “quartéis-generais” da facção rival no Estado do Rio.


Morte de Schumaker foi o estopim para guerra de facções - Após a morte de Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto ou F1, em abril deste ano e a iminente saída de 3N do Comando Vermelho, uma nova guerra pelo controle do tráfico de drogas de São Gonçalo era esperada pela polícia desde então.


3N deixou o Complexo do Salgueiro após matar Schumaker Antonácio do Rosario, o Piloto ou F1 e mais três ‘seguranças’ dele, na localidade de Itaóca, no Salgueiro. As mortes, segundo investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) teriam ocorrido pelo fato de Piloto, líder do CV no Jardim Catarina, ter se recusado a acompanhar 3N na mudança de facção.


Veja também