Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Um mês sem resposta: gesseiro Felipe segue desaparecido!

Nenhuma linha de investigação foi descartada; Homem foi levado por criminosos no Coelho, em São Gonçalo

relogio min de leitura | Escrito por Renata Sena | 09 de fevereiro de 2024 - 08:00
Dono de uma empresa de colocação de gesso foi pego na porta de casa no dia 9 de janeiro
Dono de uma empresa de colocação de gesso foi pego na porta de casa no dia 9 de janeiro -

Nesta sexta-feira (9) completa um mês do desaparecimento do gesseiro Felipe Mendonça Ferreira Mota, familiares, amigos e policiais seguem buscando uma resposta para o caso. O profissional foi pego por criminosos no último dia 09 de janeiro, na porta de sua casa, na Rua Caruaru, no Coelho, e até o momento seu paradeiro não foi localizado.

A Polícia Civil investiga o caso e, apesar de mais de 15 pessoas já terem sido ouvidas, agentes da 75ª DP (Rio do Ouro) não obtiveram definição no que pode ter motivado o crime.

“Nenhuma possibilidade é descartada na investigação, mas a polícia trabalha com os fatos com maiores indícios. Todas as informações que chegam são apuradas e investigadas. Até o momento, não recebemos nada que aponte que ele possuía alguma dívida com alguém", contou um investigador do caso.


Relembre o caso:

➢ Gonçalense é sequestrado na porta de casa e família pede ajuda para encontrá-lo

➢ Família de gonçalense sequestrado organiza manifestação nesta quinta (11)

➢ Polícia busca imagens que possam ajudar no caso de sequestro em São Gonçalo



Além de ouvir as testemunhas, a polícia analisou imagens de câmeras de segurança das ruas no entorno do ocorrido, já que na região não existem câmeras.

Felipe é apontado como um homem bom, trabalhador e que não possui inimigos. Seu desaparecimento segue sendo investigado e qualquer informação pode ser repassada a polícia através do Disque Denúncia no telefone 2253-1177. O anonimato é garantido.

Recordando - Felipe estava na Rua Caruaru, no Coelho, quando foi surpreendido por dois homens encapuzados, que pararam, de carro, em frente a sua casa e renderam a vítima. Armados, eles conduziram o gesseiro ao banco traseiro do veículo, prata, e fugiram do local.

Matérias Relacionadas