Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Após audiência de custódia, Justiça mantém prisão de Zinho

Audiência aconteceu online nesta terça-feira (26)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de dezembro de 2023 - 22:06
Miliciano mais procurado do estado do Rio se entregou à Polícia na véspera do Natal
Miliciano mais procurado do estado do Rio se entregou à Polícia na véspera do Natal -

Aconteceu, na tarde desta terça-feira (26), a audiência de custódia de Luiz Antônio da Silva Braga, o "Zinho", miliciano mais procurado do Rio de Janeiro que foi preso no último domingo (24). A decisão da Justiça do Rio foi manter o criminoso na cadeia. Atualmente, ele está em uma cela isolada do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

A audiência aconteceu online, através de uma videoconferência. Ao longo de toda a audiência, Zinho foi mantido algemado por conta das "dimensões da sala de audiências e o reduzido efetivo de agentes responsáveis pela segurança dos participantes do ato", segundo a Justiça.


Leia mais sobre a prisão de Zinho:

➢ Zinho negociou por uma semana os termos de sua rendição junto à PF

PM apreende quatro fuzis com suspeito de integrar milícia de Zinho

➢ Miliciano Zinho está isolado em cela de 5 m² em Bangu 1


Ainda durante a audiência, Zinho confirmou que não foi agredido ou tratado com violência pelos agentes no momento da prisão. A rendição do criminoso à Polícia foi negociada ao longo de uma semana entre sua defesa e a Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Zinho é alvo de 12 mandados de prisão expedidos pela Justiça e estava foragido desde 2018. Ele também é alvo de seis denúncias do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), por diferentes crimes: homicídios, lavagem de dinheiro, corrupção de policiais e extorsão.

Matérias Relacionadas