Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Duas das nove vítimas de tiroteio na Av. Brasil seguem internadas

Idoso de 80 está entre feridos, mas não teve ferimentos graves

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 25 de dezembro de 2023 - 10:44
Filho do idoso foi transferido para o Hospital Miguel Couto e pode ficar tetraplégico
Filho do idoso foi transferido para o Hospital Miguel Couto e pode ficar tetraplégico -

Duas das nove pessoas baleadas na tarde deste domingo (24), na Avenida Brasil, seguem internadas na manhã dessa segunda-feira (25). Um médico e o pastor da comunidade religiosa onde congrega são as vítimas que ainda não receberam alta hospitalar após ficarem feridos no tiroteio entre policiais e suspeitos que aconteceu na Avenida, na altura de Bonsucesso.

O médico, de 47 anos, foi atingido na coluna e, segundo informações da equipe médica do HFB, corre o risco de ficar tetraplégico. Ele precisou ser transferido para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, Zona Sul do Rio. Além dele, seu pai, um idoso de 80 anos, também foi baleado.


Leia também:

Mulher é baleada na véspera do Natal em Itaboraí

➢ Criminoso mais procurado do RJ, Zinho é preso pela Polícia Federal


O idoso levou um tiro de raspão na cabeça, mas não corre risco de vida e já foi liberado, segundo informações do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). Os dois estavam no carro, voltando de um culto natalino celebrado na véspera do feriado, quando foram baleados. O neto do idoso, que estava com eles no momento dos disparos, não foi atingido.

A outra vítima hospitalizada é o pastor da igreja onde congregam em Irajá, Zona Norte do Rio. O líder religioso foi baleado no tórax e tem quadro considerado grave. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro da capital.

Além do médico, seu pai e do pastor, outras seis pessoas ficaram feridas por conta dos disparos. Segundo relatos, elas estavam em um ônibus municipal, da linha que liga a Pavuna a Tijuca, quando foram surpreendidos pelos disparos.

O confronto começou depois que policiais militares ordenaram a parada de um veículo suspeito, que saía do Complexo da Maré. Segundo a PM, os suspeitos desobedeceram à ordem e iniciaram os disparos. O grupo conseguiu escapar. A 21ª DP (Bonsucesso) está investigando o caso.

Matérias Relacionadas