Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Homem que teve pênis cortado pela esposa diz que perdoa mulher

Mulher foi presa depois de arrancar membro do marido, acusado de traição com sobrinha

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 28 de dezembro de 2023 - 15:59
Mulher confessou crime e se entregou à Polícia Civil, em São Paulo
Mulher confessou crime e se entregou à Polícia Civil, em São Paulo -

O homem que teve seu pênis arrancado pela própria esposa, que o acusa de tê-la traído com a sobrinha menor de idade, disse que perdoa a mulher pelo crime. Em entrevista a emissora TV Thathi, o homem comentou o episódio e afirmou que pretende colocar uma prótese no lugar do membro.

O homem contou que, no dia do crime, que aconteceu no último dia 22, ele recebeu mensagens "sedutoras" da companheira, que a convidou para ter relações sexuais. Foi nas preliminares do 'ato' que ela o surpreendeu, cortando o órgão genital com uma navalha.

"Foi tudo muito rápido. A luz estava apagada. Ela acariciou [meu pênis] e, em seguida, cortou. Senti minha virilha esquentar. Aí eu empurrei ela, coloquei  mão no órgão e estava jorrando muito sangue. Eu perguntei: ‘Por que você fez isso?", contou o homem.


Leia também:

➢ Acusado de matar companheira é preso quase 20 anos após crime

➢ Polícia interdita clínica de estética irregular em shopping de luxo na Zona Oeste do Rio


Ele relatou ter saído na mesma hora e ido, andando, até um pronto socorro em Atibaia, São Paulo, onde ocorreu o crime. Ele teria ido à unidade sangrando, enrolando a região do ferimento com um lençol. A mulher, por sua vez, jogou o pênis da vítima na privada e deu descarga.

Após o crime, ela se entregou espontaneamente à Delegacia de Atibaia e foi presa. Ela permanece detida desde então. Na entrevista, o homem afirma que, apesar do ocorrido, ele perdoou a mulher pelo ataque de raiva.

"Ela é uma pessoa que vai marcar negativamente a minha vida para sempre. Mas como eu estou falando a todo o momento, eu tenho fé, primeiramente, em Deus, e nada acontece na vida se não for a permissão de Deus. Infelizmente, aconteceu isso, ela fez essa tragédia, está pagando por isso. A questão, se eu perdoo ela, a verdade é quem tem que perdoar é Deus, mas, sim, da minha parte, ela está perdoada", afirmou o homem.

A vítima já recebeu alta hospitalar e segue se recuperando. Ele disse que ainda não foi liberado para voltar a trabalhar e pretende, em breve, colocar uma prótese do órgão no local.

Matérias Relacionadas