Morre terceira vítima de explosão em loja de armas, em Niterói

Maurício Torres Ardigó ficou 16 dias internado no CHN

Enviado Direto da Redação
Marcelo Torres Ardigó, de 43 anos, é a terceira vítima fatal de explosão em loja de armas

Marcelo Torres Ardigó, de 43 anos, é a terceira vítima fatal de explosão em loja de armas

Foto: Divulgação

A explosão em uma loja de armas, em Niterói, ocorrida no último dia 28, fez a terceira vítima fatal nesta quarta (14). O empresário Maurício Torres Ardigó, de 43 anos, ficou internado por 16 dias no Complexo Hospitalar de Niterói, chegou a ter o quadro de saúde estável mas voltou a apresentar piora e morreu. Figura bastante conhecida na cidade, o empresário era dono de dois comércios no Mercado São Pedro, na Ponta da Areia, também em Niterói.


De luto pela sua morte, o Mercado São Pedro funcionou somente com metade de uma porta aberta. Além de Maurício, outras duas pessoas morreram por causa da explosão. O funcionário do estabelecimento Alexandre Calvet, de 53 anos, faleceu minutos depois do incêndio, tendo agido como herói, segundo testemunhas que estavam no local. A segunda vítima fatal foi o idoso Sebastião Erthal, de 74 anos, que chegou a ficar internado por três dias mas não resistiu.


Outras duas pessoas que estavam na explosão conseguiram sobreviver e já estão fora de risco. São eles: Willy Jonatan Monteiro, 25 anos, e Everton Gil Passos, 33 anos.


O laudo da perícia realizada pela Polícia Civil, no dia do ocorrido ainda não ficou pronto. De acordo com o advogado que representa o estabelecimento, Marcelo Aidar, uma perícia particular também está sendo feita para apurar o caso.


Explosão em loja de armas em Niterói deixa três pessoas mortas
Explosão em loja de armas em Niterói deixa três pessoas mortas | Foto: Divulgação


Relembre o caso: Explosão deixa um morto e quatro feridos no Centro de Niterói

Veja também