Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Câmara aciona reunião sobre agressão de Marcos Braz a torcedor; confira vídeo

Imagens da briga envolvendo vereador dirigente do Flamengo foram divulgadas nesta terça (30)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de janeiro de 2024 - 22:06
Confusão aconteceu em setembro do ano passado, em shopping da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio
Confusão aconteceu em setembro do ano passado, em shopping da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio -

O Conselho de Ética da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro deve voltar a se reunir para discutir sobre uma briga entre o vereador Marcos Braz (PL), que também é dirigente de futebol do Flamengo, e um torcedor em um shopping na Zona Oeste da cidade. A confusão aconteceu em setembro do ano passado, mas foi só nesta terça (30) que registros da câmera de segurança do local no momento da briga foram divulgados.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o vice-presidente de futebol do Fla cai em cima do entregador Leandro Campos da Silveira Gonçalves Júnior, de 22 anos. Enquanto seguranças chegam para tentar interromper a confusão, um amigo de Braz, Carlos André da Silva, acerta alguns chutes no jovem. Confira o vídeo:


Autor: Reprodução | Descrição:

Relembro o episódio:

➢ Marcos Braz se envolve em confusão com torcedores do Flamengo em shopping

➢ Marcos Braz diz que foi ameaçado de morte ao lado da filha

➢ MP solicita que Marcos Braz seja autuado por lesão corporal


A vereadora Teresa Bergher (Cidadania), que é vice-presidente do Conselho de Ética, disse que o vídeo traz ao episódio novos detalhes que exigem uma nova análise do grupo de parlamentares, que já discutiu o assunto no ano passado.

"Essas imagens levaram o Ministério Público a se manifestar. Então, diante da manifestação do MPRJ, que concluiu que o vereador cometeu um crime, o conselho precisa voltar a se reunir para avaliar a conduta de um membro da casa legislativa, que se envolveu num crime", afirmou Teresa.

Na época, Marcos Braz foi acusado de desferir socos, chutes e dar uma mordida na virilha do entregador Leandro Campos, que torce para o Flamengo. O dirigente rubro-negro alegou que o jovem teria ameaçado ele e sua filha de morte. A insatisfação da torcida com a administração do clube teria sido a motivação da briga.

Matérias Relacionadas