Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Mãe de Larissa Manoela é indiciada por racismo religioso

Silvana é investigada pela Polícia Civil do Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de dezembro de 2023 - 17:19
Silvana não prestou depoimento à Polícia; Larissa conseguiu liminar para não depor contra mãe
Silvana não prestou depoimento à Polícia; Larissa conseguiu liminar para não depor contra mãe -

A pedagoga Silvana Taques dos Santos, mãe da atriz Larissa Manoela, foi indiciada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (30), por racismo religioso. Ela foi acusada pelo crime depois de se referir a família de seu genro, André Luiz Frambach, como "macumbeira", em mensagens trocadas com a filha.

No resumo policial, os agentes a enquadraram na lei que discorre sobre crimes de preconceito de raça ou cor, “de acordo com o apurado neste procedimento e com indícios suficientes de autoria”. A investigação foi aberta em agosto pela Comissão de Combate a Intolerância Religiosa do Rio.


Relembre o caso:

Mãe de Larissa Manoela chama família do genro de ‘macumbeira’

Larissa Manoela pede para não depor contra a mãe

➢ Defesa de mãe da Larissa Manoela pede que processo que apura ato de intolerância religiosa seja arquivado


Silvana não prestou depoimento a respeito das acusações. Larissa também não depôs contra a mãe, após receber uma liminar que a eximia de ir à Delegacia especializada por conta do caso. Já o genro, Frambach, não conseguiu direito à liminar e afirmou aos policiais que "não se sentiu ofendido ou discriminado religiosamente" pelas afirmações da sogra.

As mensagens foram trocadas com Larissa na véspera do Natal de 2022. Na ocasião, Silva escreveu à Larissa: “Que você tenha um ótimo natal aí com todos os guias dessa família macumbeira”. As mensagens foram vazadas na internet pouco depois de Larissa tornar público as disputas financeiras com a família. ainda não se sabe como se deu o vazamento da conversa.

Matérias Relacionadas