Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2538 | Euro R$ 5,5963
Search

Gabigol pode ter atrasado exame de doping a pedido de médico do Fla

Segundo Caio Ribeiro, foi médico do clube quem recomendou decisão de jogador que motivou suspensão

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de março de 2024 - 18:52
Em nota, Gabigol se disse confiante  de que "inocência será comprovada"
Em nota, Gabigol se disse confiante de que "inocência será comprovada" -

O médico responsável pelo acompanhamento dos atletas do Flamengo pode ter sido o responsável por determinar que Gabigol atrasasse a realização do exame antidoping em abril do ano passado - decisão que culminou na suspensão do atacante por dois anos. A informação é do ex-jogador e apresentador de TV Caio Ribeiro.

Comentando a condenação do jogador rubro-negro no programa "Boleiragem", do canal SporTV, Caio afirmou que foi Márcio Tannure, médico da equipe, que orientou Gabriel Barbosa a não fazer o exame "surpresa". O motivo seria um pré-treinamento feito apenas pelo atleta no mesmo dia, que poderia afetar o resultado do exame.


Leia também:  

➢ Ex-goleiro paraguaio ataca Vini Jr: 'Futebol é para homem'

➢ Post enigmático de Marcos Braz intriga flamenguistas nas redes


"Quando esse pessoal do exame antidoping chegou ao clube, o Gabigol já tinha começado o pré-treinamento dele, que é estipulado individualmente para cada atleta. Isso causaria uma alteração no exame caso ele fizesse junto com os outros jogadores, porque ele já tinha feito a parte da musculação. Para zerar o seu organismo e ter um feedback mais limpo no exame, você teria que esperar duas horas", afirmou Caio Ribeiro.

Segundo Caio, o próprio Tannure teria, inclusive, comunicado a equipe responsável pelo teste antidopagem sobre o caso de Gabigol. "[Tannure disse:] 'Ele começou os trabalhos na sala de musculação, precisamos esperar duas horas e aí ele vai fazer o exame como todos os outros já fizeram'", contou Caio.

Gabigol foi sentenciado pelo Tribunal de Justiça Antidopagem a ficar até abril de 2025 fora dos campos por conta da suposta de tentativa de fraude no exame antidopagem. O Flamengo afirmou que vai entrar com rcurso contra a decisão na Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Atleta se pronuncia: "serei inocentado"

Na noite da última segunda (25), o próprio Gabriel assinou uma nota comentando a decisão e confirmando que pretende recorrer da decisão. "A despeito do meu respeito pelo Tribunal, reitero que jamais tentei obstruir ou fraudar qualquer exame, e confio que serei inocentado pela instância superior", afirmou o atleta.

Gabigol disse que nunca fez uso de substâncias proibidas e que seus testes de dopagem sempre tiveram resultado negativo. "Estou decepcionado com o resultado do julgamento, mas seguirei cooperando com as autoridades esportivas e confiante de que minha inocência será comprovada e restabelecida pela instância superior", enfatizou o atacante.

Matérias Relacionadas