Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

CBF repudia atos racistas contra o atacante Rodrygo

Jogador foi alvo de graves ataques em suas redes sociais durante a partida entre Brasil e Argentina

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de novembro de 2023 - 14:09
CBF defendeu jogador de ataques racistas
CBF defendeu jogador de ataques racistas -

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) manifestou publicamente, na noite desta quinta-feira (23), seu repudio aos atos racistas cometidos contra o jogador da Seleção Brasileira Rodrygo. Durante a partida entre Brasil e Argentina, na terça-feira (21), no Maracanã, o atleta foi alvo de graves ataques em suas redes sociais.

A CBF informou que não se limita a repudiar mas, principalmente, seguirá trabalhando de forma incansável para banir do futebol esta doença chamada racismo.


Leia também:

Fred, ídolo do Fluminense, é assaltado após vitória do tricolor no RJ

Brasil perde contra Argentina e dá vexame no Maracanã

Brasil e Argentina: jogo começa com pancadaria nas arquibancadas 


"O racismo não vencerá. Me solidarizo com Rodrygo, que sofreu ataques violentos e injustificáveis. Atitudes como essa, que infelizmente já vimos acontecer outras vezes com jogadores brasileiros negros, merecem punição. O papel da sociedade, o papel da CBF, é o de criar mecanismos para conter e estancar esse crime, dentro e fora dos campos. Como primeiro presidente negro da CBF, sigo lutando pelo dia em que nenhuma pessoa será discriminada pela cor da sua pele", afirmou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

O presidente da confederação também sinalizou que, em março do ano que vem, na próxima data FIFA na Espanha, contra a Seleção Espanhola, irá aconteceu uma ação chamada "Uma Só Pele", que Rodrigues diz que será um chamamento à reflexão sobre o racismo.

"A CBF está ao seu lado, Rodrygo!", disse a entidade.

O atacante do Real Madrid e do Brasil teve as redes sociais tomadas por comentários com emojis de macaco e banana, nesta quinta-feira (23), após a divulgação de um bate-boca entre Rodrygo e Lionel Messi no clássico entre a Seleção Brasileira e a Argentina.

O camisa 11 do time espanhol publicou um desabafo em seu perfil no Instagram sobre os ataques recebidos e declarou que " não irá parar".

"Os racistas estão sempre de plantão. Minhas redes sociais foram invadidas com ofensas e todo tipo de absurdo. Está aí pra todo mundo ver! Se não fazemos o que eles querem, se não nos comportamos como eles acham que devemos, se vestimos algo que os incomoda, se não baixamos a cabeça quando somos atacados, se ocupamos espaços que eles acham que são só deles, os racistas entram em ação com o seu comportamento criminoso. Azar o deles. Nós não vamos parar!", expressou.

Matérias Relacionadas