Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Empreendedorismo para PCDs: 'Bazar dos Amigos' funciona até 14 de dezembro; saiba mais

Projeto é da Prefeitura do Rio, com usuários do Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência de Irajá

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de dezembro de 2023 - 11:10
Imagem ilustrativa da imagem Empreendedorismo para PCDs: 'Bazar dos Amigos' funciona até 14 de dezembro; saiba mais

Trinta usuários do Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência de Irajá, da Prefeitura do Rio, estão realizando um bazar de roupas e acessórios que irá funcionar até o dia 14/12, de segunda a quinta-feira, das 8h30 às 16h, na Rua Monsenhor Felix, 512. Iniciado no último dia 4, o "Bazar dos Amigos" é resultado de um projeto-piloto de promoção da autonomia e independência de pessoas com deficiência intelectual realizado no local pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD).

Durante um mês e meio, profissionais do Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência de Irajá deram aula sobre planejamento, organização, precificação, marketing, divulgação, entre outros, com o objetivo de desenvolver habilidades relacionadas ao empreendedorismo como alternativa para o mercado de trabalho formal, onde ainda existem muitas barreiras para esse público. Trinta jovens e adultos, com mais de 18 anos participaram ativamente dessa ação.


Leia também:

➢ Cláudio Castro determina a construção de cinco pontes no maior projeto de mobilidade urbana de São Gonçalo

➢ PIX automático e gratuito estará disponível em outubro de 2024


Imagem ilustrativa da imagem Empreendedorismo para PCDs: 'Bazar dos Amigos' funciona até 14 de dezembro; saiba mais

A ideia apresentada ao grupo foi a de realizar uma ação empreendedora ao final do curso para que pudessem colocar em prática todos os conhecimentos adquiridos. Em reunião, o grupo decidiu por executar um bazar para vender roupas e acessórios. E o nome escolhido foi “Bazar dos Amigos”.

A partir dessa definição, o grupo recebeu o apoio para executar todas as etapas, desde o planejamento até a execução do projeto. Segundo a Secretária da Pessoa com Deficiência, Helena Werneck, “o objetivo principal desse tipo de ação é poder mostrar para as próprias pessoas com deficiência intelectual seus próprios talentos e habilidades, fortalecendo a autoestima e incentivando-os a serem protagonistas de suas vidas. Também possui um segundo grande objetivo, que é mostrar à sociedade, que a deficiência não limita ninguém. O que limita é o preconceito, ainda tão presente na nossa sociedade”.

Para as responsáveis pelo programa Roberta Rosa e Margareth Brandão, “o programa criado demonstrou ser um excelente instrumento para o desenvolvimento de habilidades necessárias para a inclusão produtiva das pessoas com deficiência ao mundo do trabalho. Seja através do mercado formal ou do empreendedorismo. Foram trabalhados conceitos como responsabilidade, comprometimento, autonomia, responsabilidade, conceitos de matemática, de atendimento ao cliente, postura profissional”.

O programa confirmou o potencial dos jovens e adultos que fazem parte do programa. As participantes Juliana Gomes e Bárbara Oliveira demonstraram grandes habilidades com a organização dos produtos e no apoio aos clientes na escolha das roupas.

Já Cauã Crisóstomo destacou-se nas atividades relacionadas ao caixa, identificando valores e fazendo cálculos, enquanto Eliézer Nóbrega, foi destaque no atendimento ao público e recepção dos clientes. Danilo Suzano, por sua vez, um excelente comunicador, caprichou na propaganda e no marketing do Bazar, sempre divulgando e trazendo novos clientes. Além disto, todos estão sendo muito comprometidos com as suas escalas de trabalho e horários.

Após o último dia do bazar, o grupo voltará a se reunir para decidir como o valor arrecadado será aplicado. Uma coisa eles já decidiram, será uma atividade de lazer, para comemoração do resultado deste trabalho. O Bazar começou a funcionar no dia 4 de dezembro e seguirá até o dia 14 deste mês, de segunda a quinta-feira, das 8h30 às 16h, no CMRPD de Irajá.

Matérias Relacionadas