Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Cláudio Castro determina a construção de cinco pontes no maior projeto de mobilidade urbana de São Gonçalo

Orçado em mais de R$ 262 milhões, o MUVI tem um trecho de 18 quilômetros, ligando os bairros de Neves a Guaxindiba

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de dezembro de 2023 - 10:48
O MUVI é uma obra que vai beneficiar mais de 120 mil moradores de São Gonçalo
O MUVI é uma obra que vai beneficiar mais de 120 mil moradores de São Gonçalo -

O governador Cláudio Castro determinou o início da construção da primeira, das cinco pontes, que serão erguidas ao longo do trajeto do novo corredor viário de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Orçado em mais de R$ 262 milhões, o MUVI (Mobilidade Urbana Verde Integrada), possui um trecho de 18 quilômetros, ligando os bairros de Neves a Guaxindiba. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (06/12), pelo Secretário Estadual de Cidades, Douglas Ruas, durante visita às obras.

"O MUVI é uma obra que vai beneficiar mais de 120 mil moradores de São Gonçalo. Não servirá apenas para desafogar o sistema viário, mas para realizar intervenções urbanísticas, com ciclovia, revitalização de espaços públicos e calçadas. Essas cinco pontes darão suporte para a melhoria do trânsito na região",  declarou o governador Cláudio Castro.


Leia mais: 

Que susto! Repórter do Encontro sofre tentativa de assalto ao vivo

Mato alto invade acostamento na RJ-106, no Arsenal, em São Gonçalo


A construção da primeira ponte, de 36 metros de comprimento, para pedestres e veículos, será no trecho 5. Sobre o Rio Alcântara, dará acesso à Rua Elvis Presley. Outra conexão será sobre o Rio Imboassú, na Avenida Presidente Kennedy com a Imboassú, no trecho 3.

Já no trecho 4, será ampliada a passagem de carros e pedestres da Avenida Presidente Kennedy, próximo à Travessa Lauro Correia. O trecho 6 ganhará uma nova ponte sobre o Rio Camarão e uma outra será ampliada, sobre o Rio Guaxindiba.

Plantio de árvores

Entre as séries de intervenções urbanísticas estão o plantio de árvores ao longo do trajeto. Serão plantadas 662 árvores, além de 861 arbustos de jardim. As compensações ambientais também preveem a pavimentação com intertravado.

Comerciante em São Gonçalo há mais de 30 anos, Silvino Ramos considera o MUVI como a maior obra realizada na região nos últimos 60 anos.

-Nunca fizeram nada parecido em São Gonçalo, acho que vai melhorar bastante o trânsito, que hoje está causando prejuízos - contou o proprietário da loja de materiais de construção.

O MUVI foi idealizado para priorizar e modernizar o transporte público coletivo e estimular o uso de bicicletas, com a construção de ciclovia ao longo do corredor. O projeto realizado pela Secretaria de Estado das Cidades, prevê, também, a criação de pistas preferenciais para ônibus.

O MUVI foi idealizado para priorizar e modernizar o transporte público coletivo
O MUVI foi idealizado para priorizar e modernizar o transporte público coletivo |  Foto: Luis Alvarenga / Governo do Estado

"Essa obra realizada pelo governador Cláudio Castro, é a maior intervenção de mobilidade da história de São Gonçalo. Todo o eixo central da cidade será revitalizado e por determinação do governador, as ações estão em ritmo intenso em mais de um trecho do projeto e em breve, iniciaremos a construção da primeira das cinco pontes previstas no projeto de 18 quilômetros", explica o secretário das Cidades, Douglas Ruas.

Andamento da obra

As intervenções do corredor viário de São Gonçalo estão ocorrendo, atualmente, no trecho 2, localizado nas ruas Jaime Figueiredo, Fontes, Maria Amélia Romanazi e Comandante Ari Parreiras – entre as ruas transversais João Damasceno e Abílio José de Mattos.

Neste trecho, sobre a antiga linha férrea, estão sendo executados serviços de urbanismo, contenção, terraplanagem, drenagem e pavimentação.

Matérias Relacionadas