Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2538 | Euro R$ 5,5963
Search

Padre Alexandre Paciolli é preso após denúncia de importunação sexual e estupro

Denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), ele foi encontrado em Fortaleza, no Ceará

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 04 de abril de 2024 - 08:08
As investigações foram realizadas pela Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo.
As investigações foram realizadas pela Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo. -

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo, denunciou o padre Alexandre Paciolli Moreira de Oliveira, conhecido como padre Alexandre Paciolli, pelos crimes de importunação sexual e estupro de vulnerável, cometidos contra uma mesma mulher, em agosto de 2022 e janeiro de 2023, respectivamente, na cidade de Nova Friburgo.

As investigações foram realizadas pela Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo, que ofereceu denúncia no dia 26/03. A denúncia do MPRJ destaca que o criminoso é um líder religioso pertencente à Igreja Católica, muito carismático, conhecido e influente. O padre já foi reitor da Igreja da PUC/RJ, responsável pela Igreja de São José, no bairro da Lagoa/RJ, e apresentador de programas de televisão na TV Canção Nova, aí incluído um programa dedicado às mulheres, denominado “mulheres de fé”. Além disso, foi o fundador da Comunidade Olhar Misericordioso. O seu número de seguidores em redes sociais, somado com o número de seguidores da comunidade, alcança o patamar de 200 mil pessoas.


Leia também: 

Moradores do Boaçu sofrem com cobrança indevida de esgoto

Detran.RJ agora presta informações aos cidadãos pelo WhatsApp


A Arquidiocese do Rio de Janeiro já recebeu diversas notícias de abusos sexuais cometidos pelo padre, havendo, também, outras investigações policiais em curso, em outras comarcas do Estado. No que tange ao caso ocorrido em Nova Friburgo, o padre, se utilizando da ingenuidade e da fé da vítima, sob o pretexto de estar sentido fortes dores, passou a praticar atos libidinosos com a vítima, que, tendo o denunciado como seu sagrado protetor, não conseguiu oferecer resistência.

A pedido do MPRJ, a 1ª Vara Criminal de Nova Friburgo expediu mandado de prisão preventiva contra o religioso, que foi preso no início da tarde desta quarta-feira (03/04), em Fortaleza, Ceará, na casa de seu pai. A captura do padre se concretizou através de exitosa ação conjunta entre a Promotoria de Investigação Penal de Nova Friburgo, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Nova Friburgo e a Delegacia de Narcóticos - Denarc, da Polícia Civil do Estado do Ceará.

O MPRJ se coloca à disposição de outras eventuais vítimas de Alexandre Paciolli Moreira de Oliveira, através de seus canais de atendimento, para dar início a novas investigações.

Matérias Relacionadas