Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2608 | Euro R$ 5,6075
Search

Comerciante é detido por venda enganosa no Mercado de Peixes de Niterói

Ele foi detido por estar vendendo uma espécie de crustáceo como se fosse outra de maior valor

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 28 de março de 2024 - 08:21
Ele responderá pelo crime em liberdade
Ele responderá pelo crime em liberdade -

Policiais Civis da DECON (Delegacia Especial de Crimes Contra o Consumidor) e Peritos do Serviço de Perícias da Cidade da Polícia (SPCID-ICCE) realizam desde segunda-feira (25/03) ações educativas e fiscalizatórias no comércio de pescado por conta do aumento no consumo de peixes na Semana Santa.

Nesta segunda-feira, uma grande indústria de pescados congelados foi fiscalizada em Duque de Caxias, com apoio de ficais do Ministério da Pesca e Agricultura. Na terça-feira os dois proprietários de uma distribuidora de pescados irregular em Vargem Grande foram presos. No local os agentes encontraram uma vasta quantidade de pescados sem especificação de validade e origem. 100 quilos de pescados impróprios para consumo foram descartados.


Leia também: 

Maricá promove Páscoa Encantada no Centro e em Itaipuaçu

Corpo de renomado pediatra será cremado nesta quarta-feira em Niterói


Nesta quarta-feira os policiais da DECON, como apoio da Vigilância Sanitária de Niterói, realizaram uma ação no Mercado de Peixe da cidade. A ação, que também teve caráter educativo, orientou os comerciantes às boas práticas para a manipulação e armazenamento do pescado. Um comerciante foi detido por afirmação falsa ou enganosa, por estar vendendo uma espécie de crustáceo como se fosse outra de maior valor. Ele responderá pelo crime em liberdade. Os agentes também verificam o cumprimento do período de defeso do camarão e lagosta que termina em 30 de abril.

Matérias Relacionadas