Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Criança de apenas 3 anos, vítima de atropelamento, tem morte cerebral confirmada nesta quinta

Ela estava internada no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em SG. Família autorizou doação de órgãos da menina

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 25 de janeiro de 2024 - 21:24
A pequena Maria Jhulia Viana Cabral, de apenas três anos, teve morte cerebral atestada no início da tarde desta quinta-feira (25)
A pequena Maria Jhulia Viana Cabral, de apenas três anos, teve morte cerebral atestada no início da tarde desta quinta-feira (25) -

Vítima de atropelamento por moto, na semana passada, em Cachoeiras de Macacu, a pequena Maria Jhulia Viana Cabral, de apenas três anos, teve morte cerebral atestada no início da tarde desta quinta-feira (25). A menina estava internada no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo. 

O acidente com a menina aconteceu em uma rua calma, na tarde do último dia 17, enquanto brincava com outras crianças. A avó da materna da Maria Jhulia, a autônoma Jocilene Moura, afirma que uma moto, pilotada por um adolescente de 16 anos, invadiu a rua e atropelou a menor.

"Ele tentou desviar mas não conseguiu. Minha neta teve traumatismo craniano e foi socorrida para a UPA da região e em seguida levada para o hospital municipal. Mas devido a gravidade do acidente fizeram a transferência para o Hospital Alberto Torres", relatou a avó.


Leia também

➢ Homem é atropelado por VLT no Centro do Rio

➢ Pai é baleado enquanto impedia que a filha fosse agredida pelo marido em SG


Revoltados, os pais e outros familiares registraram queixa na Delegacia de Cachoeira de Macacu e denunciaram o atropelador. " Demos a placa da moto e o endereço do depósito de gás onde o rapaz trabalha. Ele é menor de idade e mesmo depois do acidente continua pilotando a moto. Queremos justiça. Eles acabaram com a nossa família", disse a autônoma.

Ao lado dos pais e dos avós, o irmão de seis anos acompanhou o plantio de uma muda de jasmim no Jardim do Doador de Órgãos do hospital. A doação foi comunicada ao RJ Transplantes. A equipe deve captar, entre outros órgãos, coração, fígado e rins.

Matérias Relacionadas