Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,0439 | Euro R$ 5,4731
Search

Bombeiro é preso acusado de feminicídio em Saquarema

Corpo encontrado carbonizado pode ser da ex-mulher do sargento

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 19 de março de 2024 - 10:29
Rafaela deixa três filhos
Rafaela deixa três filhos -

Um sargento do Corpo de Bombeiros de 42 anos foi preso, nesta segunda-feira (18), acusado de feminicídio contra a ex-mulher em Saquarema, na Região dos Lagos. O homem é suspeito de envolvimento no desaparecimento e possível assassinato de Rafaela Torres, de 35 anos.

Ele é acusado de ter sequestrado a ex-companheira no bairro da Raia, no último sábado (16), enquanto ela dava carona a um amigo. Uma testemunha teria reconhecido o sargento como sendo o homem armado que abordou e retirou Rafaela de dentro do veículo. Uma câmera de segurança flagrou o ocorrido.


Leia também:

Homem é preso após arrastar e atropelar ex em Itaipuaçu, Maricá; vídeo

Homem usa barbeador para matar mulher grávida no Rio 


No dia seguinte ao sequestro, no último domingo (17), um corpo, que pode ser o da vítima, foi encontrado carbonizado no carro que era usado por ela e que também foi levado no rapto. O veículo também foi incendiado e deixado no bairro Vilatur.

Na 124ª DP (Saquarema), o suspeito teria alegado que não se lembra do que aconteceu, que toma medicamentos controlados e que estava sob efeito de um surto psicótico. Durante as declarações, o delegado responsável teria notado que o acusado estava com uma marca de queimadura no braço.

O bombeiro teve a prisão temporária decretada pela Justiça e ficou detido após prestar depoimento na delegacia. Segundo a polícia, o homem não aceitava o fim do relacionamento com a vítima.

A possível confirmação da identidade do corpo encontrado saíra através de um exame de DNA que comparará o material genético do cadáver e de familiares de Rafaela Torres. A vítima deixa três filhos.

Matérias Relacionadas