Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

MPRJ denuncia e prende quatro policiais acusados de extorsões em Cabo Frio

Policiais são acusados de intimidar e realizar a cobrança de propina de pequenos empresários do município

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de setembro de 2023 - 18:19
Os presos foram levados para a Corregedoria da Polícia Civil do Rio
Os presos foram levados para a Corregedoria da Polícia Civil do Rio -

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), quatro policiais civis denunciados por crimes de associação criminosa e extorsão. A Operação 'Achaque' também cumpriu um mandado de busca e apreensão. Os presos foram levados para a Corregedoria da Polícia Civil do Rio.

A investigação teve início após a prisão de um dos policiais civis pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), na Operação 'Fim da Linha', realizada em novembro de 2022. Com a apreensão do celular de um policial, foram obtidas mensagens que indicavam a prática dos crimes em Cabo Frio quando ele esteve lotado na DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) da cidade. 


Leia também:

Ação da PM para retirada de barricadas prende três na Região dos Lagos

Polícia prende dois em flagrante com armas e drogas em Saquarema 


Durante a investigação, foram cumpridos, numa 1ª fase, três mandados de busca e apreensão, em face de três policiais civis envolvidos no esquema criminoso. Em seguida, o MPRJ analisou os celulares apreendidos com os três policiais e realizou oitivas das vítimas, sendo identificado, ainda, um quarto policial civil.

As investigações apuraram que as vítimas, pequenos empresários de Cabo Frio, proprietários de caminhões-pipa e distribuidoras de gás, eram abordadas com truculência pelos policiais civis, que se valiam de viaturas e armas para intimidar e realizar a cobrança de propina. A partir de então, os policiais realizavam as cobranças de forma mensal, recebendo pagamentos dentro da delegacia e até mesmo via PIX.

Matérias Relacionadas