Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,8259 | Euro R$ 5,3596
Search

Maricá concede aumento de 15% no salário dos professores a partir de janeiro de 2024

A gratificação foi aprovada pela Câmara Municipal, em mensagem enviada pelo prefeito Fabiano Horta

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 20 de dezembro de 2023 - 09:00
O valor vai ser depositado independente do abono natalino
O valor vai ser depositado independente do abono natalino -

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Educação, vai conceder aumento de 15%, a partir de janeiro de 2024, aos profissionais da rede municipal de ensino que estão inseridos no plano de cargo, carreiras e remuneração. Entre os beneficiados estão professores, orientadores pedagógicos e orientadores educacionais. Além do aumento, os profissionais receberão uma bonificação de um salário mínimo (R$ 1.320) ainda neste mês de dezembro. A gratificação foi aprovada pela Câmara Municipal, em mensagem enviada pelo prefeito Fabiano Horta solicitando a alteração.

A bonificação por atividade será creditada em reais na conta salário do servidor e alcança todos aqueles que possuem matrícula na educação e estão em efetivo exercício. O valor vai ser depositado independente do abono natalino, benefício concedido a todos os servidores municipais, pago em moeda social mumbuca, equivalente a R$ 1.320,00.


Leia mais: 

Caravana de Natal da Coca-Cola muda dias da passagem pelo Recreio, Tijuca, Maracanã e Vila Isabel

Ônibus natalino leva luzes e alegria a Niterói e São Gonçalo


Além da gratificação, também foi aprovada pelos parlamentares municipais a migração para todos os professores, orientadores pedagógicos e orientadores educacionais que, a partir de 2024, poderão fazer a ampliação da carga horária. “Investir na educação é o pilar de uma sociedade democrática, cidadã e que fomenta o desenvolvimento social. Essa é uma grande conquista para a Educação de Maricá. Que 2024 venha com ainda mais conquistas para nossos profissionais da educação, alunos, nossa cidade e para o Brasil!”, disse o professor Marcio Jardim, secretário de Educação.

Matérias Relacionadas