Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Mato alto invade acostamento na RJ-106, no Arsenal, em São Gonçalo

Estado disse que será realizado um novo estudo de viabilidade sobre a possibilidade de construção de passarela.

relogio min de leitura | Escrito por Filipe Aguiar | 07 de dezembro de 2023 - 09:26
Pedestres precisam se arriscar caminhando pela rodovia
Pedestres precisam se arriscar caminhando pela rodovia -

Na Rodovia RJ-106, no bairro de Arsenal, em São Gonçalo, um problema antigo tem incomodado os pedestres e motoristas há anos e impedido a passagem segura de pessoas a pé. As más condições da via para pedestres, causadas pelo tamanho do mato no acostamento, têm dificultado a caminhada pelo trecho, que possui um grande fluxo diário de pessoas. 

Alessandro Faria, de 19 anos, é designer gráfico e trabalha na região. Diariamente, ele precisa percorrer o trecho, e conta que o sentimento é de total insegurança. "A gente não tem segurança nenhuma aqui. Passamos ao lado dos carros", contou o rapaz. 


Leia também

OSG faz por você: Poste de energia que ameaçava cair é removido em SG

Mulher morre após ser atropelada no Alcântara, São Gonçalo


Segundo Natália Diucci, proprietária da loja Forte da Construção, a situação já perdura há muitos anos.  "Esse matagal nunca foi capinado, nós moradores que tiramos do nosso próprio bolso e contratamos alguém pra fazer a roçada, mas por agora não pagamos ninguém e a situação está assim", relatou a empresária. 

Natália ainda conta que, para driblar a insegurança, os residentes construíram uma escada ao lado do trecho, para que a passagem fosse realizada ali, ao invés de ao lado dos carros.

Escada foi construída como uma via alternativa ao acostamento
Escada foi construída como uma via alternativa ao acostamento |  Foto: Filipe Aguiar

Em outro ponto de Arsenal, próximo ao supermercado Supermarket, o mesmo cenário é observado, onde ônibus e pedestres precisam dividir o mesmo espaço. Francisca Lúcia, de 62 anos e operadora de máquinas, transita pelo trecho diariamente. “Está assim há mais de 40 anos, ninguém nunca fez nada. Quando um ônibus vai passar, temos que esperar ele passar primeiro, para depois continuarmos andando”, contou a mulher.

Francisca descreveu a situação como "um perigo"
Francisca descreveu a situação como "um perigo" |  Foto: Filipe Aguiar

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) esclarece que há um processo permanente de conservação da RJ-106, com recuperação do pavimento em diversos pontos. No caso do Bairro Arsenal, esta semana, mais uma vez está sendo feita a roçada na margem da estrada entre Tribobó e o Arsenal. Na tarde de quarta-feira (6), trabalhadores estavam em frente ao Posto de Saúde Dr Zerbini. Será realizado um novo estudo de viabilidade sobre a possibilidade de construção de passarela.

Sob supervisão de Marcela Freitas 

Matérias Relacionadas