Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2089 | Euro R$ 5,5496
Search

Bombardeio israelense em hospital de Gaza deixa mortos e feridos

A equipe da OMS estava no hospital para avaliar as necessidades e recolher incubadoras para enviá-las para o norte de Gaza

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de março de 2024 - 18:01
O ataque deixou quatro mortos e 17 feridos
O ataque deixou quatro mortos e 17 feridos -

De acordo com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), através de uma mensagem publicada na rede social X, um bombardeio israelense contra o hospital de Al Aqsa, no centro de Gaza, deixou quatro mortos e 17 feridos neste domingo (31).

"Uma equipe da OMS estava em uma missão humanitária no hospital de Al Aqsa em #Gaza quando um acampamento dentro do complexo hospitalar foi atingido hoje por um ataque aéreo israelense. Quatro pessoas morreram e 17 ficaram feridas", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus.


Leia mais

Influenciadora Mapoua é solta após ser presa por porte de arma

Corpo de vítima de feminicídio em Maricá é sepultado neste domingo


O diretor da OMS também acrescentou que os funcionários da organização estão em segurança. Não foram divulgados detalhes sobre as vítimas.

Ainda segundo Tedros, a equipe da OMS estava no hospital para avaliar as necessidades e recolher incubadoras para enviá-las para o norte de Gaza.

"Pedimos novamente que se protejam os pacientes, o pessoal de saúde e as missões humanitárias", acrescentou o diretor.

Tedros também reiterou que "os ataques em curso e a militarização dos hospitais devem parar".

"O direito internacional humanitário deve ser respeitado. Exortamos as partes a cumprirem a resolução do Conselho de Segurança da ONU e o cessar-fogo", afirmou.

Segundo a OMS, restam apenas dez hospitais no território palestino funcionando "minimamente", em relação aos 36 que operavam antes da guerra.

Matérias Relacionadas