Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2608 | Euro R$ 5,6075
Search

Família procura por morador do Preventório desaparecido

Homem, que enfrenta quadro de esquizofrenia, sumiu na manhã desta quarta (14)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 15 de fevereiro de 2024 - 14:43
Família pede que pessoas com informações entrem em contato com 21 97145-2630
Família pede que pessoas com informações entrem em contato com 21 97145-2630 -

Um morador do Morro do Preventório, em Charitas, Niterói, está desaparecido. Mauro Gomes Aguiar, de 36 anos, saiu de casa na manhã desta quarta-feira (14) sem documentos e não retornou ou fez qualquer contato com familiares desde então. A família busca pelo paradeiro de homem, que enfrenta um quadro de esquizofrenia.

Segundo a mãe de Mauro - Maria Eliza Gomes, de 58 anos, conhecida pelo apelido Lígia -, o filho nunca ficou fora de casa sem dar retorno. Apesar do distúrbio esquizofrênico, ele não costuma passar por episódios de desorientação. "É um garoto muito calmo, muito tranquilo. Ele é uma pessoa super lúcida, inteligente e não costuma ter surtos, mas acho que ele pode ter 'estourado' de alguma forma", explicou a mãe. 


Leia também:  

➢ Polícia investiga triplo homicídio em Itaboraí 

➢ Moradora da Mangueira pede ajuda para encontrar pássaro desaparecido 


De acordo com Lígia, o filho tinha ficado um pouco chateado com uma discussão entre familiares no dia anterior. Na manhã seguinte, por volta das 8h30, ele saiu de casa sem que seus familiares o vissem. "Saiu de casa só com a roupa do corpo, sem levar dinheiro, nem documento. E até agora nada. Eu estou procurando, não sei mais a quem perguntar", desabafa Lígia.  

A família registrou a ocorrência na 79ª DP (Jurujuba), que está investigando o caso. Lígia pede que qualquer pessoa com informações a respeito do possível paradeiro de Mauro entre em contato com a família através do telefone 21 97145-2630. 

Segundo família, homem não costuma enfrentar surtos ou episódios de desorientação
Segundo família, homem não costuma enfrentar surtos ou episódios de desorientação |  Foto: Divulgação

Matérias Relacionadas