Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Pets no Carnaval: Ex-aluna da Faetec se especializa em fantasias para cães

Conheça o trabalho de Adriana Carapenticow

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 07 de fevereiro de 2024 - 10:05
Adriana Carapenticow
Adriana Carapenticow -

A criação de fantasias para animais de estimação era uma atividade secundária nos projetos de Adriana Carapenticow, 55 anos, quando ela se matriculou no curso de Costura e Confecção de Fantasias, na Faetec Mangueira. Determinada a se especializar em figurinos voltados para alas das baianas, Adriana acabou empregando os conhecimentos adquiridos em aula para caracterizar Caroço, um Americam Staffordshire Terrier, como Lampião. Caroço ficou em primeiro lugar no concurso Cão Caipira, organizado na Praça Afonso Pena, em meados do ano passado, e Adriana resolveu investir no segmento. Passou a postar suas criações nas redes sociais e ampliou a clientela.

“O curso da Faetec ajudou muito no meu processo de profissionalização. Nas aulas, aprendemos a pesquisar referências e a pensar fora da caixinha no momento de criar a peça. Também conhecemos o correto uso e os tipos de material, como evitar desperdícios, precificação da produção e assim por diante”, explica.


Leia também:

➢ 'Tá Rindo Por Quê' é a grande campeã do Grupo C do Carnaval de Niterói

➢ Partage Shopping oferece baile de dança de salão dedicado à terceira idade


Tutora de outras duas cadelinhas, Beatriz e Maria Júlia, Adriana tem passado os últimos dias em estúdio, acompanhando de perto as sessões de fotos das novas peças que, em breve, serão expostas em sua página no instagram. Para 2024, ela pretende continuar a investir no segmento de pets, além de cursar uma pós-graduação ligada ao Carnaval.

“Sou formada em administração, como sempre tive cães, procurei trabalhar em uma área voltada para pets. Tenho formação em adestramento, comportamento canino e sempre usei roupas nos meus cães. Resolvi investir nessa área. Eu não sabia colocar uma linha na agulha e assim fui me reinventar: em um curso de roupas para pets. Busquei o curso de modelagem para roupas femininas e meu professor era também carnavalesco”, conta Adriana Carapenticow, que buscar um curso de modelagem para roupa recebeu aulas de um professor que também era carnavalesco, tendo a oportunidades em seguida de participar do processo de confecção de fantasias para agremiação mirim: nova geração do Estácio de Sá.

Para quem quiser acompanhar o trabalho de Adriana Carpenticow, acesse sua página no Instagram: clique aqui.

Matérias Relacionadas