Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9181 | Euro R$ 5,3238
Search

16º Presente de Iemanjá na Praia das Pedrinhas

O Presente de Iemanjá é reconhecido como Patrimônio Público Cultural de Natureza Imaterial e Religiosa da cidade de São Gonçalo

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de fevereiro de 2024 - 16:48
Apesar do dia de Iemanjá ser comemorado nesta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, a festa em São Gonçalo é realizada no primeiro domingo do mês
Apesar do dia de Iemanjá ser comemorado nesta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, a festa em São Gonçalo é realizada no primeiro domingo do mês -

A Praia das Pedrinhas, em São Gonçalo, volta a ser palco neste domingo (04), a partir das 9 horas, para o 16º Presente de Iemanjá. O evento é sempre marcado por muita fé, dança e homenagens e já se tornou uma tradição entre as celebrações religiosas da cidade. O Presente de Iemanjá é reconhecido como Patrimônio Público Cultural de Natureza Imaterial e Religiosa da cidade de São Gonçalo.

Apesar do dia de Iemanjá ser comemorado nesta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, a festa em São Gonçalo é realizada no primeiro domingo do mês. Durante toda a manhã, candomblecistas, umbandistas e simpatizantes das religiões de matrizes africanas compareceram à Praia das Pedrinhas para homenagear, agradecer e fazer pedidos à Iemanjá.


Leia mais

Família da Parada 40 perde tudo em incêndio e faz vaquinha online para recomeçar

Diesel, gasolina e gás de cozinha ficam mais caros nesta quinta (1)


No ponto alto da celebração, por volta das 13 horas, um barco de pescador local leva os presentes e os pedidos para o mar, com saudações e muita fé de cada pessoa que comparece à celebração. Mãe Márcia D’Oxum está à frente da comissão organizadora desde o início das celebrações do Presente de Iemanjá em São Gonçalo, lembra sempre das barreiras e discriminação religiosa que ainda se perpetuam na cidade.

O Presente de Iemanjá é reconhecido como Patrimônio Público Cultural de Natureza Imaterial e Religiosa da cidade de São Gonçalo, através da Lei 1022/2019 assinada pelo vereador Alexandre Gomes, tem como marcas, além do cunho religioso, a conscientização ecológica, o estímulo à economia criativa e a diversidade gastronômica oferecida ao público.

Uma das entidades mais respeitadas e cultuadas no Brasil, Iemanjá é a senhora do mar e representa a beleza, a família, a maternidade e o amor. É a protetora dos pescadores e jangadeiros. No sincretismo religioso, Iemanjá está associada a Nossa Senhora dos Navegantes, Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora das Candeias. Deusa da nação de Egbé Ioruba, é considerada mãe de quase todos os orixás evocando fertilidade.

Matérias Relacionadas