Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Moradores de N. Iguaçu criam tumulto em unidade do Cras por ajuda após enchentes

Confusão aconteceu depois de circulação de notícia falsa sobre ação da Prefeitura no local

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 15 de janeiro de 2024 - 22:06
Moradores acreditaram em notícia falsa que Prefeitura daria R$1 mil reais de imediato para os prejudicados pela chuva
Moradores acreditaram em notícia falsa que Prefeitura daria R$1 mil reais de imediato para os prejudicados pela chuva -

Nesta segunda-feira (15), em Nova Iguaçu, moradores da cidade formaram uma multidão em busca de ajuda, em frente ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Morro do Agudo, em Comendador Soares. De acordo com a prefeitura, a situação saiu de controle após um mal entendido gerado por uma fake news, que foi espalhada pela cidade.

A ação que a Prefeitura iria realizar nas unidades do Cras de Nova Iguaçu era de atualização do cadastro de pessoas que recebiam benefício social. No entanto, o tumulto foi criado por conta de uma informação falsa, que dizia que um valor em dinheiro seria distribuído para a população.

A polícia foi ao local para tentar conter a situação e, segundo relatos, os policiais jogaram spray de pimenta na população e algumas pessoas passaram mal e tiveram de ser carregadas. 


Leia também: 

Após temporal, confira a previsão do tempo para a semana em Niterói e SG

Jovem surfa em rua que transbordou o valão na Baixada Fluminense


Muitos moradores do município perderam seus bens por conta das fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro na noite de sábado (13) para domingo (14). Segundo o Governo do Estado, 300 pessoas estão desabrigadas só em Nova Iguaçu. Algumas pessoas chegaram no local no dia anterior e até chegaram a pegar senha, mas não foram atendidas.

A polícia 

Rogério Lisboa, Prefeito de Nova Iguaçu, afirmou que a ação será realizada até que a última pessoa seja atendida. "Não vai encerrar hoje, não vai encerrar amanhã. Esse Cras só tem capacidade para 500 pessoas por dia", falou.

Ainda, o político afirmou que está organizando para levar água para as pessoas da fila. "Não imaginávamos que teríamos esse volume de pessoas. Vamos levar água, alimentação, lanche. Para tentar dar uma organizada", compartilhou.

Matérias Relacionadas