Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Cacau Protásio será indenizada em R$80 mil após ser atacada durante gravação de filme

Caso aconteceu em 2019 durante gravação de filme

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 27 de dezembro de 2023 - 09:59
Cacau foi atacada com ofensas racistas e homofóbicas
Cacau foi atacada com ofensas racistas e homofóbicas -

Foi determinado pela Justiça do Rio de Janeiro que a atriz Cacau Protásio será indenizada em R$80 mil após caso de racismo. O ataque ocorreu em 2019, durante a gravação de um filme em um quartel do Corpo de Bombeiros, no Centro do Rio.

Durante a gravação do filme "Juntos e Enrolados", áudios e vídeos de bombeiros que trabalhavam na unidade reclamando das gravações começaram a circular. Além das reclamações, nos áudios, os funcionários proferiam comentários racistas, homofóbicos e gordofóbicos à Cacau e ao elenco da produção.

Na época, quatro anos atrás, o Corpo de Bombeiros se posicionou e informou ser contra qualquer ato discriminatório contra a artista ou qualquer outra pessoa.


Leia também: 

Retrospectiva 2023: veja as matérias que mais bombaram em agosto deste ano

Belo e Gracyanne levam marmita para cruzeiro do Neymar


O Corpo de Bombeiros foi condenado a pagar indenização de R$80 mil em segunda instância. A primeira decisão judicial era de pagamento de R$30 mil, mas Cacau e o Governo do Estado do Rio de Janeiro recorreram.

Na época, a artista foi surpreendida com os comentários, já que afirmou ter sido bem tratada pelos profissionais do quartel. Ela soube que estava sendo atacada através de uma mensagem, que contava sobre as imagens dos bastidores que tinham sido espalhadas junto com ofensas preconceituosas.

Os dois agentes envolvidos nos comentários foram punidos. Um deles foi detido por três dias, e o outro por dez dias. A desembargadora Ana Cristina Nafic Dif Miguel, relatora do caso, afirma que a ação considera o Estado responsável pelas ações dos funcionários, pela gravidade dos comentários e a repercussão do caso.

Matérias Relacionadas