Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Família autoriza doação de órgãos após confirmação de morte encefálica em São Gonçalo

Doador era um jovem de 23 anos, vítima de acidente de trânsito

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 22 de dezembro de 2023 - 17:25
Helicóptero da Secretaria Estadual de Saúde
Helicóptero da Secretaria Estadual de Saúde -

A família de um jovem de 23 anos autorizou, na noite desta quinta-feira (21), a doação dos seus órgãos após a confirmação de morte encefálica do paciente. A captação de pulmões, fígado, pâncreas e córneas foi feita pela equipe do Rio Transplantes, na manhã desta sexta-feira (22).

O paciente estava internado, em estado grave, no CTI do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo, após dar entrada no Centro de Trauma por acidente com moto.

Os órgãos foram levados, por helicóptero da Secretária Estadual de Saúde, até unidades na cidade do Rio de Janeiro. A família do jovem foi acolhida pela Comissão Intra-Hospitalar de Captação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT) do Heat. O paciente, morador do bairro de Itaúna, foi um dos 76 que deu entrada no Centro de Trauma do hospital no último final de semana.


Leia também

Ilumina São Gonçalo chega ao Paiva e Vila Lage

Com Fafá de Belém e outros artistas, Niterói encerra programação de shows de Natal


A equipe do CIHDOTT do Alberto Torres também acompanha outro caso de morte encefálica na unidade. Trata-se de um casal de jovens, ele com 25 e ela com 21 anos, grávida de cinco meses, vítimas de acidente com moto também ocorrido no final de semana. Durante a colisão, eles estavam com o filho de cinco anos no veículo. A criança foi atendida, medicada, estabilizada e liberada.

Mas, os pais estão em estado grave, sendo levados para o Centro de Tratamento Intensivo (CTI). Médicos abriram protocolo de morte encefálica para o rapaz, enquanto a mulher era transferida para o Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, referência no atendimento de alta e média complexidade e maternidade de alto risco.

Na tarde desta quinta-feira (21), a mulher teve um aborto espontâneo. O feto estava morto. A paciente segue internada no CTI da unidade em estado grave. "A equipe médica garantiu todo suporte básico para manter a paciente estável e garantir a sua transferência para uma unidade referência em obstetrícia", garantiu os médicos.

Nas últimas 24 horas, outros 25 pacientes envolvidos em acidentes com moto deram entrada no Hospital Estadual Alberto Torres, unidade referência no atendimento a pacientes com múltiplos traumas. A direção da unidade reforçou o estoque de medicamentos, soro e insumos para o período do Natal e Ano Novo, quando o numero de ocorrência mais que dobra.

Matérias Relacionadas