Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Mãe de crianças estupradas por padrasto disse estar ''possuída'' por não ter denunciado

Ela chegou a examinar as filhas e notar vermelhidão nas partes íntimas das crianças

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 09 de dezembro de 2023 - 11:15
As vítimas tem 2, 7 e 9 anos
As vítimas tem 2, 7 e 9 anos -

Investigadores da 21ª DP (Taguatinga Sul) serão responsáveis por apurar possíveis envolvimentos de outros membros da família no caso de estupro de três crianças resgatadas pela Polícia Militar do Distrito Federal, na última  quinta-feira (7). Na ocasião, um homem de 22 anos foi detido sob suspeita de abusar sexualmente da própria filha e de dois enteados, em Arniqueiras.

Os relatos tanto das testemunhas quanto da mãe das crianças - um menino de 9 anos e duas meninas de 7 e 2 anos - são perturbadores devido à gravidade e à natureza dos abusos. A identidade do homem será mantida em sigilo para proteger as vítimas. O suspeito confessou à companheira ter cometido os abusos contra as crianças e afirmou que outro homem, amigo da família, também havia cometido atos semelhantes.


Leia mais:

Alemão é preso em Niterói por porte ilegal de armas e maus-tratos aos animais

Morre homem que teve corpo incendiado por esposa na Zona Norte do Rio


A mãe das crianças relatou ter examinado a área íntima de cada uma delas, observando vermelhidão, cortes e até mesmo indícios de violência sexual. Questionada na delegacia sobre o motivo de não ter denunciado o agressor, a mulher alegou que seu companheiro teria invocado espíritos para controlá-la, alegando que estava possuída.

O suspeito foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável, sendo acusado de ter cometido o crime contra a filha de 2 anos e os dois filhos da esposa, uma menina de 7 anos e um menino de 9 anos. Após receber denúncias, a Polícia Militar do Distrito Federal foi ao local informado para investigar o caso. Na residência das vítimas, os policiais descobriram que o suspeito estava casado com a mãe biológica das crianças há cinco anos.

Diante dos relatos obtidos, os policiais confrontaram o suspeito, que negou os crimes e fugiu para uma área de mata. No entanto, foi detido pouco tempo depois. As equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) entrevistaram as crianças, as quais, segundo a PMDF, confirmaram os abusos durante os depoimentos.

Outras testemunhas corroboraram as informações e mencionaram que os supostos abusos ocorriam de maneira frequente e rotineira, inclusive por parte de familiares e amigos próximos das crianças. O suspeito foi encaminhado para a 21ª DP, onde foi detido e aguardará as medidas judiciais cabíveis.

Matérias Relacionadas