Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Niterói oferece aulão para mulheres no MAC neste sábado (2)

Evento, que faz parte dos 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher também contará com ioga e meditação

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de dezembro de 2023 - 21:54
O MAC Niterói fica localizado no Mirante da Boa Viagem
O MAC Niterói fica localizado no Mirante da Boa Viagem -

Um aulão aberto de defesa pessoal só para mulheres vai ocorrer neste sábado (2), a partir das 9h, no pátio do MAC, em Niterói. O encontro faz parte do projeto Mulher em Movimento, da Coordenadoria de Políticas e Direitos das Mulheres (Codim). A atividade integra os 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher.

A aula de defesa pessoal será ministrada pelos professores Jaciara Leão e Guto Vicente, da academia GVJJA (@gvjjaofficial). Também haverá ioga e meditação, com a professora Carol Daya (@dayayogaoficial). O projeto Mulher em Movimento oferece atividades físicas para as moradoras de Niterói nos principais pontos turísticos da cidade.

Os professores Jaciara Leão e Guto Vicente: aulão de defesa pessoal
Os professores Jaciara Leão e Guto Vicente: aulão de defesa pessoal |  Foto: Divulgação

Leia também

Caravana de Natal da Coca-Cola passa por São Gonçalo na noite desta sexta-feira (1)

Baby shark? Pescador fisga tubarão na praia de Icaraí


"Queremos mulheres ocupando espaços emblemáticos e se movimentando. Cuidando de si e aprendendo técnicas de proteção, como a defesa pessoal, com o Guto Vicente, um dos únicos professores em atividade com tão alta graduação, faixa vermelha e branca 8º grau. Iniciando as atividades, teremos ioga com a professora Carol Daya, que ministra aulas em nosso equipamento público, o Centro Especializado de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Neuza Santos, onde oferecemos acompanhamento psicológico, jurídico e social de forma gratuita", afirmou Thamyris Elpidio, coordenadora da Codim.

A campanha de 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher foi lançada em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, em todo o país pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A proposta é sensibilizar a sociedade sobre diferentes cenários da violência de gênero contra meninas e mulheres.

Matérias Relacionadas