Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

GAECO/MPRJ faz operação contra esquema de pirâmide financeira em Niterói

O objetivo é cumprir seis mandados de prisão contra uma organização criminosa voltada para a prática de estelionato

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de novembro de 2023 - 07:58
Ao todo, o GAECO/MPRJ denunciou 15 pessoas pelos crimes de organização criminosa armada, estelionatos, crime contra a economia popular e lavagem de dinheiro.
Ao todo, o GAECO/MPRJ denunciou 15 pessoas pelos crimes de organização criminosa armada, estelionatos, crime contra a economia popular e lavagem de dinheiro. -

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ), com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), e a Polícia Civil, por meio da 76ª DP (Niterói), com o apoio da Corregedoria e da Subsecretaria de Inteligência (Ssinte), deflagram, na manhã desta quinta-feira (23/11), a operação Pyramis. O objetivo é cumprir seis mandados de prisão contra uma organização criminosa voltada para a prática de estelionato através de supostos investimentos em renda variável por meio da promessa de lucros fixos mensais de até 16% do capital aplicado, popularmente conhecida como o golpe da pirâmide financeira. Ao todo, o GAECO/MPRJ denunciou 15 pessoas pelos crimes de organização criminosa armada, estelionatos, crime contra a economia popular e lavagem de dinheiro.


Leia mais: 

Áudio revela suposto ataque de criminosos contra prédio da Enel

Moradores de Itaboraí 'sequestram' equipe da Enel para ter energia restabelecida



Os mandados, expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada em Organização Criminosa, estão sendo cumpridos em Niterói e Rio de Janeiro.

O nome da operação tem origem no latim, Pyramis, em alusão ao golpe da pirâmide financeira praticado pela organização criminosa.

Matérias Relacionadas