Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Caso Daniel Alves: exame comprova DNA de jogador em sêmen encontrado na vítima

Segundo jornal espanhol, resultado teria comprovado que houve penetração

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 10 de fevereiro de 2023 - 18:22
Recentemente, jogador admitiu que teve relações com vítima, mas negou ter sido estupro
Recentemente, jogador admitiu que teve relações com vítima, mas negou ter sido estupro -

Um exame de DNA atestou a presença de sêmen do atleta Daniel Alves no corpo da mulher de 23 anos que o acusou de estupro e agressão sexual, de acordo com informações divulgadas pelo jornal espanhol "El Períodico", nesta sexta-feira (10/02).

O veículo apurou que a amosta de sêmen analisada atestou o DNA do atleta e comprovou que houve penetração, versão inicialmente negada por ele. Na última semana, o lateral da Seleção Brasileira voltou atrás e disse que teve relações sexuais com a jovem, mas que o relacionamento foi consensual. Antes, ele havia dito que não teve relações com a jovem.


Leia mais:

➢ Juíza espanhola diz que há indícios suficientes para comprovar que Daniel Alves cometeu estupro

➢ Daniel Alves dá 3ª versão sobre caso de estupro e admite que houve penetração

➢ Caso Daniel Alves: jovem que acusa o jogador de agressão sexual recusa indenização


Ainda de acordo com o "El Períodico", as amostras analisadas form encontradas em quatro lugares diferentes: na vagina da vítima, em sua roupa íntima, no vestido que estava usando no dia e no chão do banheiro onde o crime teria acontecido. Em todas as amostras, o Instituto Nacional de Toxicologia e Ciências Forenses da Espanha comprovou a presença do DNA de Daniel, segundo o jornal.

O caso teria acontecido no final de dezembro, na balada Sutton, em Barcelona, Espanha. O jogador foi preso no último dia 20 de janeiro, e segue detido no Centro Penitenciário Brians 2, sem direito à fiança. 

Matérias Relacionadas