Brechó do Davi começa a dar 'frutos' e família já pensa em novos empreendimentos

A história do 'Brechó do Davi' começou em março de 2021

Escrito por Ana Carolina Moraes 14/09/2021 20:00, atualizado em 14/09/2021 12:22
Brechó do Davi continua ajudando nas contas da casa
Brechó do Davi continua ajudando nas contas da casa . Foto: Layla Mussi

Muita gente deve se lembrar do 'Brechó do Davi', noticiada em primeira mão pelo jornal O SÃO GONÇALO, um empreendimento que começou com Davi Gabriel Moreira dos Santos, que na época tinha 11 anos, em março de 2021, no quintal da casa em que ele mora com sua mãe Ariana da Silva Moreira e sua irmã Sarah. Hoje, além das vendas das roupas, a mãe de Davi se prepara também para expandir os negócios e conta com planos para o fim deste ano. Ela espera que o ano da família de 2022 tenha ainda mais surpresas boas do que este de 2021.

Davi criou o 'Brechó do Davi' em março de 2021, no quintal de sua casa no Jardim Alcântara após sua mãe ter sido atropelada. O acidente de Ariana da Silva Moreira, mãe de Davi, aconteceu em 2019 e foi um divisor de águas para o menino. Davi viu que os móveis de sua casa estavam sendo vendidos para que a família tivesse o que comer e tivesse condições de pagar o aluguel e outras contas. Ariana, que sempre batalhou por seus filhos, teve que vender o que tinha, pois estava sem o auxílio do INSS e afastada do trabalho. 

Hoje, depois de sua história viralizar ao ser noticiada pelo jornal O São Gonçalo, a família conseguiu doações, vaquinhas e até prêmios em programas de TV e até abriu uma loja do brechó. Tudo isso será usado para um novo começo para a família que pretende sair do aluguel e conquistar mais ainda sua independência. Com tudo isso, Ariana pôde voltar a investir em fazer seus salgados e voltar para a venda desses alimentos. Ela sente que a onda ruim que teve com o acidente, na qual chegou a precisar ficar de cama e usando fraldas, passou e hoje a família toda é mais forte e unida por isso.

"Hoje, eu consegui alguns materiais para voltar a produzir salgados, são materiais que eu havia vendido anteriormente para poder pagar as contas quando sofri o acidente. Então, estou usando esse dinheiro da vaquinha 'Voa', feita pelo pessoal do 'Razões para Acreditar', para reinvestir tanto no brechó, quanto na cozinha para eu voltar a vender meus salgados. Também recebi doações de móveis e consegui comprar alguns, também com o dinheiro da vaquinha, que já estão chegando aqui em casa. Só a TV que eu não vendi na época, pois era o único divertimento dos meus filhos. Eu sinto que tudo que conquistamos é do Davi, então, agora eu quero fazer o meu, vender o meu e conquistar o meu dinheiro vendendo os meus salgados, como eu fazia antes disso tudo. Eu sinto que o acidente que eu tive foi um divisor de águas aqui em casa, hoje eu sei que meus filhos vão ter algo para passar para os filhos deles e eu nem digo dinheiro, mas sim força e ensinamentos para passar pelas adversidades da vida", contou Ariana. 

Ela conseguiu montar sua cozinha para produzir salgados
Ela conseguiu montar sua cozinha para produzir salgados | Foto: Layla Mussi
 

Hoje, ela se prepara para inaugurar sua cozinha, mas segue informando que o brechó ainda é o local de maior renda da casa da família. É de lá que sai o dinheiro que eles usam para pagar as contas. "Apesar da vaquinha, que usamos para comprar materiais de cozinha e móveis, já que nossa casa não tinha nenhum, é do brechó que tiramos o valor para pagar nossas contas. Por isso, pretendo investir nos salgados para conseguir ajudar aqui em casa. O nosso sonho é sair do aluguel e vamos conseguir com o dinheiro que ganhamos e o dinheiro do brechó mais a venda de salgados, se Deus quiser", contou Ariana. 

Ela conseguiu ajuda para comprar os móveis de sua casa já que os antigos haviam sido vendidos
Ela conseguiu ajuda para comprar os móveis de sua casa já que os antigos haviam sido vendidos | Foto: Layla Mussi
 

Ariana segue se recuperando das lesões que teve em sua perna por causa do atropelamento, mas hoje ela já consegue andar sem andador. Os médicos especulam que ela deve ter alta em dezembro. No entanto, Ariana deu início a um tratamento com psiquiatra e psicóloga para processar tudo o que passou. Ela foi diagnosticada com depressão. 

"O que foi ruim passou e eu tenho essa certeza de que tudo tá ficando para trás. Apesar de eu estar numa gratidão incrível, uma paz, uma felicidade e uma certeza muito grandes por ver que ainda existem pessoas boas nesse mundo, como vocês do  SÃO GONÇALO que me acolheram. Pretendo inaugurar a cozinha ainda em novembro/dezembro deste ano e assim iniciar 2022 com o pé direito e tudo dando certo", contou ela. 

Os móveis da casa de Ariana foram doados e outros foram comprados com o dinheiro da vaquinha do 'Razões para Acreditar'. O dinheiro que os seguidores do 'Brechó do Davi' enviaram para a loja do brechó foi utilizado na reforma e no aluguel do local. As contas da casa de Ariana ainda são pagas com o dinheiro da venda do brechó (e futuramente dos salgados que ela vai vender) e o dinheiro arrecadado no 'Hora do Faro' está guardado para que a família consiga sair do aluguel. 

Ariana conseguiu receber doações de móveis e de dinheiro de uma vaquinha para montar sua cozinha
Ariana conseguiu receber doações de móveis e de dinheiro de uma vaquinha para montar sua cozinha | Foto: Layla Mussi
 

Para aqueles que quiserem doar roupas, já que o brechó está precisando para continuar movimentando as vendas, entrem em contato com Ariana pelo Whatsapp (21) 98657-9213 ou pelo Instagram do 'Brechó do Davi' (@oficialbrecho_do_davi1).

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas