Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Despedida de Zagallo: velório será aberto ao público na sede da CBF

Sepultamento será no Cemitério de São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 06 de janeiro de 2024 - 14:11
Zagallo morreu aos 92 anos, por falência múltipla de órgãos
Zagallo morreu aos 92 anos, por falência múltipla de órgãos -

Aos 92 anos, Mario Jorge Lobo Zagallo, mais conhecido pelo seu último nome, morreu, ontem (05), por falência múltipla de órgãos, resultante de progressão de múltiplas comorbidades previamente existentes. Ele estava internado desde o dia 26 de dezembro no Hospital Barra D'Or, na Zona Oeste do Rio.

A despedida do ídolo acontece neste domingo (7/1) na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O velório será aberto ao público e tem início marcado para 9h30. O sepultamento será no Cemitério de São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.


Leia também:

➢ Tetracampeão do mundo, Zagallo morre aos 92 anos

➢ São Gonçalo abre inscrição online para cadastro em programa habitacional


Mario Jorge Lobo Zagallo nasceu em Atalaia, Alagoas, no dia 9 de agosto de 1931. Mudou-se para o Rio de Janeiro quando tinha apenas oito meses de idade.

Em rica trajetória, ele foi um dos principais jogadores da história do futebol mundial, sendo o único a estar presente em quatro títulos de Copa do Mundo, seja como jogador ou parte da comissão técnica. Em 1958 e 1962, como jogador, em 1970, como técnico, e em 1994, como coordenador técnico.

O ex-jogador já estava sofrendo com problemas de saúde há alguns anos. Sua última internação havia sido em setembro de 2023, quando ficou no hospital por cerca de 20 dias com infecção urinária.


Leia também

Tetracampeão do mundo, Zagallo morre aos 92 anos

Após sentir dores no quadril, Nadal põe em risco sua participação no Australian Open


No dia 26 de dezembro, um dia após o natal, ele foi novamente internado em uma unidade de saúde do Rio de Janeiro, porém dessa vez não resistiu.

Matérias Relacionadas