Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Muros do Nilton Santos são pichados em protesto da torcida do Botafogo

O episódio acontece após John Textor rebater uma nota oficial de uma organizada do clube alvinegro que pedia a saída de alguns jogadores, chamando-os de frouxos

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de novembro de 2023 - 11:00
Torcida do Botafogo protesta contra jogadores e gestão do clube
Torcida do Botafogo protesta contra jogadores e gestão do clube -

Líder do Brasileirão durante boa parte do ano, neste momento o Botafogo passa por uma crise. Restando apenas quatro rodadas para o fim da competição, o time carioca vê a pressão aumentar a cada dia. Neste sábado (25), o estádio Nilton Santos amanheceu com pichações em protesto contra John Textor, gestor da equipe alvinegra. O Botafogo respondeu às manifestações.

As mensagens, compartilhadas pelo X (antigo Twitter) Fogão do Meu Coração, mostram ataques ao empresário americano, chamando-o de “comediante”. A diretoria e os jogadores também foram alvos, com frases como “time de covardes”, “jogadores frouxos” e “o Botafogo vale mais que suas vidas”.


Leia também

Flamengo cogita zagueiro da seleção do Uruguai para 2024

CBF aprova acordo de parcelamento de dívida de R$ 60 milhões do Vasco


O novo episódio ocorre após o conflito entre Textor e a torcida botafoguense. O empresário americano fez uso das redes sociais para expor ameaças sofridas por jogadores através da organizada, que pediu a saída de vários atletas, inclusive do meia Eduardo, um dos destaques da equipe no primeiro turno.

“Sério? Isso é uma piada? Vocês são a menos respeitada e mais inútil das nossas maravilhosas torcidas organizadas. A família Botafogo sente dor, mas não se levanta com vocês. Respeite os homens que deram a esperança de sonhar de novo”, disse Textor, dono de 90% da SAF do clube.

A declaração do presidente é embasada também na nota divulgada pela organizada do clube. “A Fúria Jovem do Botafogo exige o afastamento imediato de jogadores frouxos e omissos que não representam a nossa vontade de ser campeões. Eduardo, Di Plácido, Marlon Freitas e Cuesta compõem um elenco sem sangue, trazendo enorme frustração nesta reta final do Campeonato. Joga por amor ou o inferno vai começar. Exigimos todos no banco. Dê espaço para quem quer vencer. Salário em dia, porrada em falta".

Resposta do clube

O Botafogo foi às redes sociais também neste sábado (25), após o episódio de vandalismo, para se manifestar sobre o ocorrido:

"O Botafogo repudia as ameaças publicadas nas redes sociais pela torcida organizada Fúria Jovem como tentativa de intimidação aos jogadores do Clube. Todos os profissionais do Botafogo estão comprometidos com a instituição e imbuídos na busca pelos objetivos da temporada. Cabe ressaltar que a referida torcida está proibida de ingressar e permanecer nos estádios pela Justiça, a pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Também está vedado o acesso de torcedores trajando vestimentas ou acessórios alusivos a essa agremiação. Por último, o Clube reafirma que não aceitará este tipo de conduta e já acionou as autoridades visando a defesa de seus colaboradores", disse o Botafogo em nota.

Matérias Relacionadas