Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Pastora larga igreja e vira musa de plataformas de conteúdo adulto

Modelo afirma que não descarta possível volta à igreja pois ainda tem fé em Deus

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de dezembro de 2023 - 10:35
Ana atualmente tem se dedicado à produção de conteúdo adulto
Ana atualmente tem se dedicado à produção de conteúdo adulto -

Após o término do casamento de sete anos, a ex-pastora evangélica Ana Akiva, de 36 anos, escolheu seguir por um caminho bem diferente do que o que ela estava. Isso porque Ana deixou a igreja e decidiu entrar para plataformas de conteúdo adulto. As informações são do Portal Metrópoles.

Convertida em 2015, deixando para trás a carreira de modelo, a ex-Miss Bumbum diz que vivia um casamento tóxico com o líder religioso Yossef Akiva e, com o divórcio, conseguiu voltar a trabalhar.


Leia também:

Bruno De Luca anuncia pausa na carreira: “Passei por muita coisa esse ano”

Jornalista da Globo chama atenção ao curtir dia de sol em praia do Rio 


“Quando era casada, ele me proibia de trabalhar fora e ter amizades. Vivia pela família e pela igreja. É difícil ser feliz ao lado de alguém que controla sua vida e que nunca te coloca para cima, que te chama de lixo, cospe na sua cara, muitas mulheres passam por isso dentro da igreja e sofrem caladas assim como eu”, revelou.

O fim do casamento entre Ana e Yossef foi revelado em novembro do ano passado. Na época, ela teria dito que o casal estava divorciado há meses, porém não teria levado a público a questão.

"Busquei em 7 anos salvar meu casamento o que era o desejo do meu coração, porque acreditei nas promessas de Deus, acreditei no propósito e as pessoas mais próximas sabem que falo a verdade. Mas por DECISÃO DELE o casamento teria que acabar e ACABOU. Ele pediu o divórcio e assinei. Não houve adultério de nenhuma das partes", contou.

Através de suas redes sociais, Ana compartilha um pouco de seus conteúdo e relata de forma breve sobre sua "antiga" vida. Nos últimos dias, ela tem falado sobre a hipocrisia que via na igreja e também dado alguns indícios de como teria sido seu relacionamento com o ex-marido.

"Eu espero que toda essa repercussão seja positiva, principalmente para alertar mulheres que sofrem relacionamento abusivo e são obrigadas a ficarem caladas para não expor seu companheiro 'religioso'", escreveu nos stories.

E apesar de ter saído da igreja em que era pastora no interior de São Paulo, a musa do Privacy e OnlyFans afirma que ainda pode voltar para o mundo religioso. "Tenho fé em Deus", ressalta.

Matérias Relacionadas