Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Vera Holtz está de volta a Niterói com 'Ficções' no Teatro da UFF

Apresentações acontecem nas duas primeiras semanas de dezembro

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 30 de novembro de 2023 - 10:02
Vera se desdobra em personagens do best-seller 'Sapiens – uma breve história da humanidade'
Vera se desdobra em personagens do best-seller 'Sapiens – uma breve história da humanidade' -

Depois do sucesso de público e de crítica, 'Ficções' retorna para Niterói no início de dezembro, só que agora com 31 indicações e os prêmios Shell e APTR (Associação de Produtores de Teatro) de melhor atriz, de melhor música, de melhor direção e desenho de luz no Prêmio Bibi Ferreira.

A peça fica em cartaz de 1 a 3 e de 8 a 10 de dezembro, nos Teatro da UFF, em Icaraí, Niterói. Às sextas e sábados, as apresentações iniciam às 20h, e aos domingos, às 18h. A classificação indicativa é de 12 anos.


Leia também:

➢ Tanguá inaugura, nesta sexta-feira, decoração do Natal Sesc RJ 2023

➢ Museu do Ingá recebe peça teatral infantil que aborda inclusão ao público PcD 


Idealizado pelo produtor Felipe Heráclito Lima e escrito e encenado por Rodrigo Portella, o espetáculo parte do best-seller “Sapiens – uma breve história da humanidade”, do professor e filósofo Yuval Noah Harari, que já vendeu mais de 23 milhões de cópias em todo o mundo. O enredo leva o público a refletir sobre a própria existência, o que é real ou inventado e o porquê de a humanidade seguir sem saber para aonde ir.

Vera se desdobra em personagens da obra literária e em outras criadas por Rodrigo; canta; improvisa; “conversa” com Harari; brinca e instiga a plateia e interage com o músico Federico Puppi – autor e performer da trilha sonora original, com quem divide o palco. Em outros momentos, encarna a narradora e, às vezes, é a própria atriz falando.

“Eu gosto muito desse recorte que o Rodrigo fez, de poder criar e descriar, de trabalhar com o imaginário da plateia”, destaca a atriz. “O desafio é essa ciranda de personagens, que vai provocando, atiçando o espectador. Não se pode cristalizar, tem que estar o tempo todo oxigenada”, completa.

Publicado em 2014, o livro de Harari afirma que o grande diferencial do homem em relação às outras espécies é sua capacidade de inventar, de criar ficções, de imaginar coisas coletivamente e, com isso, tornar possível a cooperação de milhões de pessoas – o que envolve praticamente tudo ao nosso redor: o conceito de nação, leis, religiões, sistemas políticos, empresas etc. Mas também o fato de que, apesar de sermos mais poderosos que nossos ancestrais, não somos mais felizes que esses. Partindo dessa premissa, o livro indaga: estamos usando nossa característica mais singular para construir ficções que nos proporcionem, coletivamente, uma vida melhor?

“É um livro que permite uma centena de reflexões a partir do momento em que nós pensamos como espécie e que, obviamente, dialoga com todo mundo. Acho que esse é o principal mérito da obra dele”, analisa Felipe, que comprou os direitos para adaptar o livro para o teatro em 2019.

Rodrigo Portella criou um jogo teatral em que a todo momento o espectador é lembrado sobre a ficção ali encenada: “Um dos principais objetivos é explorar o sentido de ficção em diversas direções, conectando as realidades criadas pela humanidade com o próprio acontecimento teatral”, resume.

Para a empreitada, Rodrigo Portella contou com a interlocução dramatúrgica de Bianca Ramoneda, Milla Fernandez e Miwa Yanagizawa: “Mesmo sem colaborar diretamente no texto, elas foram acompanhando, balizando a minha criação, foram conversas que me ajudaram a alinhar a direção, o caminho que daria para o espetáculo”, conta.

Mais de 37 mil espectadores já assistiram à peça, que fez sua estreia em setembro de 2022 na capital carioca, seguiu para São Paulo em janeiro deste ano e percorreu outras cidades brasileiras.

SERVIÇO:

Ficções

Temporada: 01, 02, 03, 08, 09 e 10 de dezembro de 2023

Horário: sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 18h

Onde: Teatro da UFF

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia)

Classificação indicativa: 12 anos

Duração: 80min

Matérias Relacionadas