Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

São Gonçalo inicia 2024 no combate ao Aedes aegypti

Equipes da Vigilância Sanitária seguem com ações nos bairros

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de janeiro de 2024 - 09:51
A Vigilância Ambiental mantém um trabalho de pronto-atendimento
A Vigilância Ambiental mantém um trabalho de pronto-atendimento -

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Gonçalo realiza, nesta semana, as ações de sanitização contra a proliferação do coronavírus e de pulverização de inseticida para o controle do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya. Tanto a sanitização quanto a pulverização de inseticida são de prevenção. Nesta segunda-feira (1º), feriado de Ano Novo, as ações não acontecerão.

O trabalho de rotina dos agentes é essencial, mas a população também deve fazer a sua parte em relação às doenças e os meios de prevenção. Para ajudar no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, os moradores devem evitar qualquer acúmulo de água por menor que seja.


Leia mais:

Falta de energia elétrica causa impacto na distribuição de água em São Gonçalo, Itaboraí e Maricá

Salário mínimo de R$ 1.412 entra em vigor


Para combater o coronavírus, a população deve tomar as doses das vacinas disponíveis para os gonçalenses com mais de seis meses e higienizar – sempre que possível – as mãos com água e sabão ou álcool em gel. Este hábito evita muitas outras doenças, principalmente as respiratórias.

Os locais de aplicação – tanto do inseticida quanto da sanitização – são definidos pelo Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental com base nos casos notificados pelo setor de Vigilância Epidemiológica, que aponta os locais com maiores notificações das doenças. As ações acontecem em todos os dias úteis da semana, com exceção de feriados, pontos facultativos e dias chuvosos.

A Vigilância Ambiental mantém um trabalho de pronto-atendimento. Qualquer cidadão pode ligar para o setor e pedir uma visita nos casos de infestação de qualquer vetor. Os pedidos são atendidos, em média, em uma semana. Nesses casos, os agentes averiguam a denúncia e realizam a ação necessária para acabar com os vetores. As denúncias podem ser feitas pelo telefone da Vigilância Ambiental (21) 3195-5198, ramal 1008 ou da Coordenação de Vetores (21) 2604-6446.

Programação do controle das arboviroses:

Terça-feira (2): Rio do Ouro, Jardim Tiradentes, Lagoinha, Marambaia, Barro Vermelho e Mutondo

Quarta-feira (3): Várzea das Moças, Sacramento, Monjolos, Largo da Ideia, Vila Lage e Trindade

Quinta-feira (4): Maria Paula, Pacheco, Vista Alegre, Covanca, Luiz Caçador e Recanto das Acácias

Sexta-feira (5): Porto da Pedra, Jardim Miriambi, Vila Três, Zé Garoto, Centro, Santa Catarina, Alcântara e Jardim Alcântara

Programação do controle do coronavírus:

Terça-feira (2): Porto do Rosa e Santa Catarina

Quarta-feira (3): Covanca e Brasilândia

Quinta-feira (4): Barro Vermelho e Rocha

Sexta-feira (5): Boa Vista e Trindade

Matérias Relacionadas