Ataque no Gradim pode ter relação com chacina no Porto Velho

Segundo ataque aconteceu no último sábado (6)

Escrito por Redação 08/07/2019 16:22, atualizado em 08/07/2019 16:09
Segundo ataque aconteceu no último sábado (6)
Segundo ataque aconteceu no último sábado (6) . Foto: Divulgação

Por Thuany Dossares

Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) investigam se o ataque a tiros cometido no Gradim, em São Gonçalo, que aconteceu no último sábado (06), tem alguma relação com a chacina do Campo da Brahma, no Porto Velho, em maio. Durante a manhã desta segunda-feira (08), policiais da especializada voltaram ao local, na Rua Otacílio Soares, na favelinha do Crime, para realizar diligências.

Na ocasião mais recente, duas pessoas foram mortas e três foram baleadas. De acordo com o levantamento inicial da delegacia, o crime também pode ter sido motivado pela disputa entre traficantes e milicianos que querem ter o domínio territorial da região.

Dos sobreviventes, Gustavo José da Silva, de 25 anos, e Gabriel Coutinho da Silva, de 17, precisaram ser transferidos do Pronto Socorro São Gonçalo para o Hospital Estadual Alberto Torres e apresentam estado de saúde grave. Já Wellington Pereira Brito, de 22 anos, segue internado na unidade de saúde municipal em estado estável.

A DH trabalha para descobrir se os ocupantes do veículo Voyage preto, que foram os responsáveis pelos disparos, são traficantes ou integrantes de um grupo paramilitar. Os criminosos chegaram encapuzados e atiraram diversas vezes contra uma barbearia, na Rua Otacílio Colares, na favelinha do Crime. Os tiros ceifaram as vidas do dono do estabelecimento, que morreu ainda no local, e de Carlos Eduardo Soares da Silva, de 20 anos, que chegou a ser socorrido para o Pronto Socorro São Gonçalo, mas acabou não resistindo.

Durante a manhã desta segunda, os policiais voltaram ao local para tentar recolher imagens de câmeras de segurança que possam ter flagrado o crime e ouvir testemunhas.  

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas