Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Holandesa desembarca no Rio com mais de 8kg de droga sintética

Acusada foi presa no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de fevereiro de 2024 - 16:01

Uma holandesa de 53 anos foi presa em flagrante no Rio de Janeiro após desembarcar na cidade com uma carga de mais de 8 kg de metanfetamina. A acusada foi presa na manhã deste domingo (11), no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, na Zona Norte do Rio. 

Ela tinha acabado de chegar de Amsterdã, capital da Holanda, em um voo internacional quando foi detida por policiais da Delegacia Especial do Aeroporto Internacional (Deain). Eles haviam recebido uma denúncia, feita por agentes de Proteção da Aviação Civil (APAC), de que um compartimento na bagagem da tripulante aparentava trazer um material suspeito. 


Leia também:  

➢ Ataque a viatura da PM termina com um morto no Jardim Catarina, SG  

➢ Quatro presos e adolescente apreendido por tráfico de drogas em São Gonçalo  


Durante a revista, os oficiais encontraram, em um compartimento falso na mala da holandesa, 8,5 quilos da droga sintética MDMA, conhecida informalmente como Michael Douglas. Agentes da Polícia Federal (PF) e da Receita Federal realizaram a prisão da mulher, que pode pegar até 15 anos de prisão caso seja condenada por tráfico de drogas.

O MDMA é uma substância psicotrópica, derivada da anfetamina, conhecida por provocar efeitos estimulantes e alucinógenos no uso recreativo. Apesar disso, entre os efeitos colaterais, a droga também pode provocar alterações psicológicas como paranoia, além de afetar a frequência cardíaca e pressão arterial, de maneira fatal em alguns casos de excesso. Seu consumo é ilegal no Brasil.

A prisão da holandesa aconteceu como parte da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) nos aeroportos internacionais, assinada pelo presidente Lula (PT) em novembro do ano passado. Com foco na articulação entre Forças Armadas, Receita e Polícia Federal, a operação acontece em portos e aeroportos até o próximo dia 3 de maio.

Matérias Relacionadas