Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Atleta do Vasco é apreendido em ônibus; clube denuncia injustiça

Adolescente negro foi acusado de roubar telefone em ônibus no Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 17 de janeiro de 2024 - 17:01
Clube afirmou que "não permitirá que o nome de seu atleta seja maculado e está dando todo o apoio a sua família"
Clube afirmou que "não permitirá que o nome de seu atleta seja maculado e está dando todo o apoio a sua família" -

Um atleta de remo do Vasco da Gama, de 14 anos, foi apreendido pela Polícia no Rio, acusado de furtar um telefone celular em um ônibus que seguia para o bairro de São Cristóvão. O clube divulgou uma nota afirmando que o adolescente foi detido de forma equivocada e denunciou o caso como injusto e gravíssimo.

De acordo com o relato, o menino, que é negro e integra as categorias de base do remo Cruzmaltino, estava voltando para casa após um treino quando foi detido pelos policiais, levado para a 4ª DP (Praça da República) e enquadrado como "adolescente infrator". O caso aconteceu na última segunda-feira (15).


Leia também:

Vídeo revela momento em que adolescente é sequestrado por criminosos

➢ Homem morre em acidente entre carro e moto em São Gonçalo


Aos agentes, o menino chegou a apresentar o documento do clube, mas a Polícia não contatou o Vasco, de acordo com o clube. O caso só foi notificado sobre a situação depois que a mãe do atleta procurou a equipe para pedir ajuda.

"Diante desse caso gravíssimo, o CRVG informa que acionou seu departamento jurídico para atuar em representação de seu jovem remador buscando a indispensável reparação da injustiça praticada. O Vasco da Gama não permitirá que o nome de seu atleta seja maculado e está dando todo o apoio a sua família", afirmou, em nota divulgada nesta quarta (17), a equipe. 

Em nota divulgada à imprensa, a Polícia Militar confirmou ter participado de uma ocorrência de furto em um ônibus na segunda (15). Segundo a corporação, quatro menores foram abordados durante a ação, que terminou com a apreensão de dois aparelhos que haviam sido roubados. Todos os adolescentes foram liberados, segundo a PM.

No entanto, em um tweet publicado na última segunda (15), a corporação afirmou ter detido seis jovens "por terem roubado passageiros de um ônibus". A PM afirmou que um procedimento apuratório foi instaurado na 5° BPM (Praça da Harmonia) "para analisar a conduta dos policiais". "Cabe ressaltar que a corporação não compactua com quaisquer desvios ou qualquer tipo de ato discriminatório cometido por policiais militares", afirmou a corporação

Matérias Relacionadas