Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Texto virtual 'culpa' motorista de aplicativo por própria morte em Niterói

Crime aconteceu na madrugada de sábado no Caramujo e é investigado pela polícia. Atriz Fabiana Karla já teve carro atingido por tiros no local

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de setembro de 2023 - 10:35
Texto divulgado  em comunidade do Caramujo 'lamenta' morte, mas afirma que motorista 'não cumpriu normas'
Texto divulgado em comunidade do Caramujo 'lamenta' morte, mas afirma que motorista 'não cumpriu normas' -

"Todos os lugares tem suas regras e suas leis, e nas comunidadades do Rio de Janeiro, o que se é determinado para entrar é vidros  baixo,  pisca alerta ligado e luz de salão".  Essa é uma das frases que circula na página de uma comunidade virtual no Caramujo, provavelmente postada por traficantes de drogas, na Zona Norte de Niterói, que tenta 'justificar' porque o motorista de aplicativo Renan Martins Sodré, de 34 anos, foi executado a tiros quando trabalhava, ao entrar em uma das ruas daquela região, na madrugada do último sábado (23).

A polícia abriu investigações para identificar os autores da execução e também tentar saber quem são os autores do texto virtual que circula na internet como 'justificativa' para a execução do trabalhador. Há anos, segundo investigações da polícia, as comunidades do Caramujo, que incluem as comunidades da Lagoinha, Mundo Novo, Igrejinha e Morro do Céu, são dominadas por traficantes do Comando Vermelho (CV), segundo a polícia.  

Vítima - Renan acabou assassinado, com tiros de curta distância e cumpria mais um dia de trabalho, como fazia habitualmente.  Ele foi encontrado morto em uma rua da comunidade do Caramujo na manhã do último sábado, horas após a execução. As informações iniciais  chegadas à polícia é que ele teria sido abordado por traficantes e se assustado, dando ré com o carro, fazendo  com que os criminosos, armados com fuzis e pistolas, disparassem. 

Entreposto - Não é a primeira vez que uma pessoa inocente é baleada na região do Caramujo, que segundo investigações da polícia, há anos é uma espécie de 'entreposto' dos traficante Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, apontado como uma das lideranças do Complexo do Alemão, na Região de Ramos, e um dos maiores redutos do CV no Rio  de Janeiro. 

Mais vítimas - Nos últimos anos, as ações violentas dos traficantes de drogas já fizeram outras vítimas da mesma forma no Caramujo, como foi o caso do empresário Francisco Múrmura, de 68 anos, que veio de Rio com a mulher, Regina Múrmura, de 54, e por não conhecer a região, tentava chegar à Zona Sul da cidade, dirigindo com auxílio de um aplicativo localizador de endereços. Ao entrar em uma rua da comunidade, seu carro acabou alvejado várias vezes, e Regina  morreu. Francisco, mesmo  ferido, conseguiu chegar ao Hospital Azevedo Lima (Heal), no Fonseca, graças a ajuda de dois moradores. o caso aconteceu na noite do dia 3 de novembro de 2015. 


Leia também

Zeca Pagodinho ganha estátua em Xerém

Motorista é morto a tiros no Caramujo


Na noite do dia dia 8 de agosto desse mêsmo ano, ou dois meses antes, o mesmo problema aconteceu com a atriz Fabiana Karla, que saiu do Rio para um  evento em Niterói e teve o carro atingido por tiros em Niterói, ao ser direcionada pelo aplicativo, a uma rua do Caramujo. 

Através de nota oficial, a Polícia Civil informou que o assassinato de Renan Martins Sodré está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DGNISG). 

*Em apuração 

Matérias Relacionadas