Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1515 | Euro R$ 5,5085
Search

Mulher que fez comentários racistas a criança em SG será ouvida pela polícia

Pedagoga enviou mensagens ofensivas através de rede social

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 19 de agosto de 2021 - 14:44
Caso está sendo investigado pela 72ª DP (Mutuá)
Caso está sendo investigado pela 72ª DP (Mutuá) -

Uma mulher acusada de ter feito ofensas racistas a uma criança de dois anos, em São Gonçalo, será ouvida nos próximos dias por policiais civis da 72ª DP (Mutuá). As mensagens foram enviadas à mãe da menina no dia 5 de agosto e publicadas inicialmente por O SÃO GONÇALO.

De acordo com o delegado titular da 72ª DP, Alan Duarte, a autora dos comentários foi identificada e qualificada no inquérito policial como autora. No entanto, os policiais ainda precisam ouvir sua versão dos fatos antes de um possível indiciamento. Ainda não há uma data específica para que ela preste depoimento.

Relembre o caso

Moradora de São Gonçalo, uma psicóloga, de 36 anos, procurou a delegacia do Mutuá (72ª DP) após receber diversos comentários racistas direcionados à sua filha por meio de uma rede social. Ele havia publicado vídeos onde mostrava a criança, de apenas dois anos, falando as primeiras palavras. “Ela tem uma raiz de cabelo um pouco dura, né?!”, dizia uma das mensagens.

A psicóloga respondeu as ofensas e tentou explicar que o cabelo não tinha "raiz ruim", e, sim, que era crespo. No entanto, ela continuou recebendo ofensas da pedagoga. Revoltada com o caso, a mãe da criança procurou a delegacia, onde registrou ocorrência contra a mulher por crime de injúria por preconceito.

Matérias Relacionadas