Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Bloco de carnaval em Búzios termina com um morto e oito feridos

Polícia apura se conflito envolve tráfico local

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 20 de janeiro de 2024 - 18:51
Duas crianças e uma mulher foram transferidas para o Hospital Estadual Roberto Chabo, em Araruama
Duas crianças e uma mulher foram transferidas para o Hospital Estadual Roberto Chabo, em Araruama -

Um homem morreu e outras oito pessoas ficaram feridas após uma troca de tiros em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, na madrugada deste sábado (20). O tiroteio aconteceu durante o ensaio de um bloco de carnaval no bairro Vila Verde. Duas crianças, de 10 e 13 anos, estão entre os feridos.

De acordo com testemunhas, a confusão aconteceu em um bar, por volta das 0h25. Um grupo de suspeitos armados apareceu no local e atirou diversas vezes contra um homem que estava no meio da multidão. Os disparos dispersaram as pessoas ao redor, mas acabaram ferindo pelo menos oito pessoas. O alvo dos disparos morreu no local.


Leia também:

➢ Gêmeos de um ano morrem afogados em piscina em Cabo Frio

➢ Estudante leva tiro, acha que é pedrada e dirige mais de 300 km com projétil na cabeça


Ainda segundo informações iniciais, o homem morto possuía diversas anotações criminais e é acusado de envolvimento com o tráfico de drogas na região. Relatos de moradores apontam que as facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando (TC) estariam em conflito na região; a Polícia investiga se o ataque tem relação com a rivalidade entre os grupos criminosos.

Todos os feridos foram socorridos para o Hospital Municipal Rodolpho Perissé (HMRP), em São José, também em Búzios. As duas crianças e uma mulher adulta precisaram ser transferidas para o Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em Araruama, onde permanecem internadas. 

Das outras cinco vítimas, três já receberam alta. Outras duas seguem recebendo atendimento médico no HMRP. A 127ª DP (Armação de Búzios) registrou a ocorrência e está colhendo depoimentos e imagens de câmera de segurança para investigar o crime.

Matérias Relacionadas