Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,4473 | Euro R$ 5,8319
Search

Família vai receber medalha Tiradentes em memória de Otoni de Paula Pai na Alerj

O deputado estadual do Rio de Janeiro Otoni de Paula (MDB) morreu, aos 71 anos, na madrugada do dia 27 de maio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 20 de junho de 2024 - 15:48
O deputado estadual do Rio de Janeiro Otoni de Paula (MDB) morreu aos 71 anos
O deputado estadual do Rio de Janeiro Otoni de Paula (MDB) morreu aos 71 anos -

Saudade, emoção e reconhecimento marcaram a sessão solene que celebrou os 100 anos da Assembleia de Deus nesta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, e se tornou um dia inesquecível para a família Otoni de Paula. Isto porque, a entrega da Medalha Tiradentes em memória do deputado estadual Otoni de Paula Pai (MDB), prevista para esta quarta-feira (19), foi transferida a pedido do presidente da Casa, Rodrigo Bacellar (União Brasil), que quer presidir a sessão especial ao amigo falecido no fim de maio em decorrência de um câncer de fígado.

“É um reconhecimento desta casa, independentemente da questão política e partidária. Estamos falando de um ser humano íntegro que foi o deputado Otoni de Paula Pai, além é claro, do exemplo que deixou para todos nós como sendo um grande amigo e companheiro”, disse o deputado Chico Machado (Solidariedade).


Leia também

➣ Inverno começa nesta quinta-feira com a maior noite do ano; Entenda o fenômeno!

➣ Pastor André Valadão instrui fiéis a não matricularem filhos em faculdades; Vídeo!


Já Renata Souza, deputada estadual pelo Psol que é coautora da homenagem ao saudoso deputado estadual Otoni de Paula Pai, citou as qualidades do homenageado e lembrou dos momentos que passou ao lado do parlamentar.

“Gostaria de encaminhar o voto favorável do Psol ao deputado Otoni de Paula Pai. Estou aqui em frente ao doutor Renato de Paula, um de seus filhos, para que ele saiba que sempre foi, como médico e Phd em neurociência, um orgulho para o nobre parlamentar que nos deixou recentemente e com quem tive a oportunidade de conviver pouco mais de um ano”, disse.

Já Renato de Paula (MDB), ex-presidente da Suderj, esteve presente na sessão e contou a sensação de ouvir tantos depoimentos do saudoso pai, inspiração para ele na vida.

“Estive aqui apenas para acompanhar a sessão de homenagens, porém foi mais do que isso. Meu pai mostrou que a intensidade é maior do que o tempo. Foi um ano e quatro meses em que todos os deputados relataram a relação de respeito, amizade, além da parte carismática, que tiveram com o velho Otoni. Não bastasse, foi um dos deputados mais atuantes e que pautou a Casa com assuntos importantes como doenças raras, pessoas com deficiência, causas do autismo e sobre o esporte como ferramenta de inclusão, entre outras. Vi aqui o legado que o meu pai deixou e o carinho que os deputados têm por ele”, encerrou.

Matérias Relacionadas