Niterói e SG estão no ranking de municípios com mais casos de Covid, entenda!

Municípios ocupam segundo e terceiro lugar da lista

Escrito por Redação 23/06/2020 08:38, atualizado em 23/06/2020 10:05
Rio, Niterói e São Gonçalo são os municípios com mais casos de pacientes infectados pelo vírus no Rio de Janeiro
Rio, Niterói e São Gonçalo são os municípios com mais casos de pacientes infectados pelo vírus no Rio de Janeiro . Foto: Divulgação

Por Ana Carolina Moraes*


São Gonçalo e Niterói lideram a lista dos municípios com mais casos confirmados de pacientes com coronavírus no estado, ficando atrás apenas da cidade do Rio, que ocupa o primeiro lugar da lista com 50.922 casos confirmados. Até a última segunda-feira (22), o estado do Rio registrou ao todo cerca de 97.572 casos confirmados da doença e 8.933 óbitos por coronavírus, além de 1.133 óbitos em investigação, 292 casos descartados e 78.316 pacientes recuperados da doença.


O município de Niterói é o segundo com o maior número de casos registrados de pacientes com o coronavírus no estado. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, até a última segunda-feira (22), Niterói registrou um total de 5.426 casos confirmados de pacientes com a doença. O número, no entanto, é diferente do registrado pela Prefeitura do município que informou que o número de casos confirmados no mesmo dia era de 4.501 pacientes, sendo que 727 desses casos estavam em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município.


Já o município de São Gonçalo ocupa o terceiro lugar no ranking das cidades com mais casos de pacientes infectados pelo coronavírus no Rio, ficando atrás de Niterói na lista. Na última segunda-feira (22), o boletim da Prefeitura de São Gonçalo registrou 3.220 casos confirmados da doença e 11.824 casos suspeitos de pacientes com o vírus. Já a Secretaria de Saúde do Estado, no mesmo dia, informou que São Gonçalo registrava 4.026 casos confirmados de pacientes com a doença. Também registrando uma diferença de 806 pacientes nos números oficiais dos dois órgãos. 


A discrepância dos números dos dois municípios com relação aos números da Secretaria do Estado foi justificada, através de uma nota, na última segunda-feira (22). Segundo a assessoria de Imprensa de Saúde do Estado, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) informou que é responsabilidade dos municípios notificar ao Estado o número de casos e de óbitos de pacientes com coronavírus. Apesar disso, no entanto, a Secretaria do Estado, pela SVS, informou que entraria em contato com os órgãos responsáveis para regularizar a situação.


Confira a nota completa da Secretaria de Saúde do Estado:


"A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) esclarece que a notificação de casos e óbitos é de responsabilidade dos municípios e que, sendo observadas discrepâncias, a SVS entra em contato para solicitar a regularização da situação e, caso proceda, a correção nos canais oficiais. A SVS reforça que realiza, em conjunto com as vigilâncias municipais, revisão epidemiológica de casos de maneira permanente.


A SVS esclarece ainda que coleta os dados nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde após inclusão das informações pelos municípios. Contudo, eventualmente os sistemas do MS apresentam instabilidade e os municípios adiam as notificações. Por isso, pode haver defasagem de informações, sendo os casos mais antigos contabilizados primeiro.


Em apoio aos canais federais, o CIEVS, da Secretaria de Estado de Saúde, também recolhe dados em planilhas próprias, por vezes antes de serem notificados nos demais sistemas."


Em nota, a Prefeitura de São Gonçalo informou que a discrepância nos números "é apenas um delay. Hospitais particulares e públicos de outros municípios que tem como pacientes, moradores de São Gonçalo, acabam notificando os casos diretamente ao Estado, ao invés de notificar primeiro o município."


Recordando


Essa variação nos números entre o município de Niterói e a Secretaria de Saúde do Estado foi noticiado pelo jornal O SÃO GONÇALO nos boletins divulgados pelos órgãos no último domingo (21), quando o Estado divulgou que os pacientes confirmados com a doença em Niterói chegavam a 5.370 e a Prefeitura do município anunciou que os casos confirmados eram de 4.435, causando uma diferença de quase mil pacientes registrados.

A Prefeitura do município se justificou e informou "que acompanha e revisa diariamente os casos da doença Covid-19 no município." Além disso, a nota do órgão dizia que a Coordenação de Vigilância em Saúde teria entrado em contato com o Estado e solicitado a "revisão dos dados divulgados por eles".


Confira a matéria anterior sobre o caso: https://www.osaogoncalo.com.br/geral/84004/estado-afirma-que-niteroi-tem-quase-mil-casos-de-covid-a-mais-do-que-o-apresentado


* Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas