Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2089 | Euro R$ 5,5496
Search

Niterói vai oferecer curso de barbeiro para população de rua acolhida pela rede socioassistencial

Participantes serão capacitados para atuarem de maneira coletivizada, com a perspectiva de formação de uma cooperativa de serviços

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 29 de fevereiro de 2024 - 22:45
O curso terá duração de 4 meses e serão oferecidas até 40 vagas
O curso terá duração de 4 meses e serão oferecidas até 40 vagas -

A Prefeitura de Niterói, por meio do Banco Arariboia, projeto da Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária, realizará um curso de qualificação como barbeiro para a população em situação de rua que é atendida pelas unidades de acolhimento institucional e pelo Centro de Atendimento à População em Situação de Rua, o Centro Pop. A iniciativa tem o objetivo de capacitar as pessoas atendidas para gerar trabalho e renda, garantindo autonomia financeira e possibilidade de finalizar o ciclo de institucionalidade na qual vivem atualmente.

O curso terá duração de 4 meses e serão oferecidas até 40 vagas. Todos os inscritos receberão material completo para a realização do curso e para atuarem profissionalmente após o fim da formação. Além disso, ao término do curso, os participantes serão capacitados para atuarem de maneira coletivizada, com a perspectiva de formação de uma cooperativa de serviços, acompanhada pelo Banco Arariboia. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária já promoveu três iniciativas similares:com a criação da Cooperativa Terra Viva, em Santa Bárbara; a Gastronomia Sustentável, no Morro da Penha; e o de Cuidadoras de Idosos, no Centro.


Leia também 

Polícia captura suspeito por assaltos em SG, Maricá e Itaboraí

Luciano Huck repercute homenagem ao projeto gonçalense "Primeira chance"


"Unir assistência social e economia solidária foi uma decisão importante do prefeito Axel Grael, que possibilita numa mesma pasta o acolhimento de quem está em vulnerabilidade social, e o processo de inclusão ao trabalho através das perspectivas da economia solidária, como a coletivização, autogestão. Isso também prova que o Banco Arariboia é um instrumento de inclusão social", destaca o secretário Municipal de Assistência Social e Economia Solidária, Elton Teixeira.

As inscrições para o curso começaram nesta quinta-feira (29) e vão até o próximo dia 7. O processo de inscrição é interno, realizado pelas equipes técnicas dos equipamentos socioassistenciais que atuam com a população em vulnerabilidade que necessitam de acolhimento institucional. As vagas são exclusivas para as pessoas atendidas pelas unidades de acolhimento institucional e pelo Centro de Atendimento à População em Situação de Rua, o Centro Pop.

Matérias Relacionadas