Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Rei Charles III, do Reino Unido, é diagnosticado com câncer

Palácio de Buckingham confirmou doença, mas não disse para qual tipo de câncer rei está em tratamento

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de fevereiro de 2024 - 18:07
Monarca ficará afastado de tarefas presenciais, mas segue tratando de negócios e documentação do Estado
Monarca ficará afastado de tarefas presenciais, mas segue tratando de negócios e documentação do Estado -

O monarca do Reino Unido, rei Charles III, de 75 anos, está enfrentando um quadro de câncer. A informação foi confirmada pelo Palácio de Buckingham nesta segunda-feira (05). O órgão não confirmou qual foi o tipo de câncer identificado, mas destacou que Charles está em tratamento e que, apesar de ter adiado compromissos presenciais, segue cuidando "dos negócios do Estado e da documentação oficial".

O problema foi reconhecido recentemente, enquanto o Rei recebia atendimento por conta de um problema de saúde na próstata. A nota oficial diz que o problema não envolve a situação que ele tratava e, de acordo com informações da agência de notícias Reuters, o câncer provavelmente não é de próstata.


Leia também:

➢ Julgamento de Daniel Alves começa nesta segunda (5) na Espanha

➢ Atleta maricaense é eleito melhor arqueiro do mundo em 2023


"Durante o recente procedimento hospitalar do Rei por causa de aumento benigno na próstata, foi observada um diferente tópico de preocupação. Testes de diagnóstico seguintes identificaram uma forma de câncer. Vossa Majestade iniciou hoje um calendário de tratamentos regulares, durante os quais foi aconselhado pelos médicos a adiar tarefas de atendimento ao público. Ao longo deste período, Vossa Majestade continuará a tratar de negócios do Estado e da documentação oficial como de costume", afirma a nota.

O comunicado diz ainda que o rei da Inglaterra decidiu tornar público o diagnóstico "para evitar especulações e na esperança de que possa ajudar a compreensão pública de todas as pessoas afetadas pelo câncer em todo o mundo”.

Matérias Relacionadas