Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Hospitais e UPA alertam para os cuidados com a saúde mental e emocional

A campanha visa alertar para os cuidados com a saúde mental e emocional

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 18 de janeiro de 2024 - 21:41
Hospitais e UPA alertam para os cuidados com a saúde mental e emocional
Hospitais e UPA alertam para os cuidados com a saúde mental e emocional -

Em alusão à Campanha Janeiro Branco, equipe de setor de Qualidade e Humanização da secretaria estadual de Saúde realizou evento no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), em São Gonçalo. A campanha, que visa alertar para os cuidados com a saúde mental e emocional, a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, como ansiedade, depressão e pânico, abordou funcionários, pacientes e acompanhantes.

Dados das equipes de psicologia e assistência social do hospital mostram que somente no ano passado a unidade recebeu 170 pacientes vítimas de tentativa de suicídio. Segundo os profissionais, as doenças mentais podem ser causadas por uma série de fatores, como genética, estresse, abuso de substâncias e traumas. Nesse rol entram também os transtornos de humor, esquizofrenia e o transtorno bipolar.

Com o tema “Saúde Mental enquanto há Tempo”, a Campanha Janeiro Branco no Heat contou com apoio do personagem “Senhor Incrível”, que distribuiu frascos com mensagens motivacionais. “Uma dose de pensamento positivo hoje para dar coragem a sua mente amanhã” foi a frase sorteada para a fisioterapeuta Vera Menezes.


Leia também

Chuvas: São Gonçalo reforça plantão e abre pontos de apoio

Prefeitura de Maricá entrará na Justiça contra a Enel


"Isso é tudo. A gente atrai o que a gente pensa. Sensacional" garantiu a profissional após compartilhar sua mensagem em voz alta aos colegas de trabalho.

A psicóloga Karina Soares destaca que as estratégias devem avançar durante todo o ano. “Precisamos quebrar os preconceitos a respeito da saúde mental e falar sobre o assunto todos os dias do ano. Devemos pensar em estratégias para além do Janeiro Branco. Cuidar da saúde mental é um investimento. É amor próprio”, afirmou.

A campanha, segundo os profissionais ainda, é uma forma de construir, fortalecer e disseminar a cultura da saúde mental e emocional. “O bem-estar emocional e a qualidade emocional de vida são preciosas em todas as fases da vida, do nascer ao envelhecer. Quem cuida da mente, cuida da vida”, destaca o fisioterapeuta Fernando Passeri.

A equipe da Qualidade e Humanização da secretaria estadual também levou a campanha até o Hospital Estadual João Batista Cáffaro, em Itaboraí, e UPA Colubandê, em São Gonçalo, unidades também administradas pelo Ideas em parceria com o Governo do Estado.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define o termo “saúde” como um conjunto de bem-estar físico, mental e social, e não apenas ausência de enfermidades. A saúde mental é um conjunto biopsicossocial e está relacionada ao modo como se reage às situações adversas que a vida impõe.

Ainda de acordo com a OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo (9,3%) e o segundo maior das Américas em termos de depressão (5,8%). Sendo assim, a importância da adoção de hábitos saudáveis contribui para a melhora da qualidade de vida na saúde física e mental.

Matérias Relacionadas